Archive for agosto \31\UTC 2009

PROGRAMA TRAINEES VIVO 2010

31/08/2009

vivo

O Programa Trainees 2010 da Vivo visa recrutar jovens profissionais para trabalhar conosco. A formação presencial tem duração de 12 meses e é baseada nas competências e valores da Vivo.

Durante o programa, você desenvolverá projetos aplicados à realidade da empresa, sob orientação contínua. Você terá a oportunidade de ampliar sua visão de negócios e exercer seu potencial.

Requisitos:

Recém-formado ou formado há no máximo dois anos;

Cursos: Administração de Empresas, Matemática, Ciências Contábeis, Economia, Estatística, Ciências da Computação, Tecnologia da Informação, Análise de Sistemas, Engenharia, Marketing, Psicologia, Comunicação Social, Relações Internacionais, Comércio Exterior, Direito, entre outros;

Idiomas: Inglês avançado/fluente e Espanhol intermediário.

Inscreva-se aqui.

LIGHT ABRE INSCRIÇÕES PARA PROGRAMA TRAINEE E ESTÁGIO 2010

28/08/2009

light

Em busca de novos profissionais, a Light abriu, nesta semana, pelo terceiro ano consecutivo, inscrições para o Programa de Trainee e Estágio 2010. O projeto tem o objetivo de atrair e desenvolver profissionais que possam atender às necessidades futuras da organização e atuar em projetos estratégicos sob supervisão de gestores. No ano passado, o programa recebeu aproximadamente 5 mil inscrições, inclusive de candidatos de outros estados.

No Programa de Trainee, a Light busca profissionais com graduação entre dezembro de 2007 e dezembro de 2009 e que tenham cursado, preferencialmente, Administração de Empresas, Análise de Sistemas, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Ciências Econômicas, Direito, Engenharia (todas), Matemática e Processamento de Dados. Nos últimos dois anos, a Light disponibilizou 60 vagas para trainees e, em 2009, a previsão é que haja oportunidade para aproximadamente mais 20 novos profissionais. A empresa busca candidatos que, além de possuírem experiência anterior em programas de estágio, tenham coragem e perseverança, foco nos resultados e boa argumentação. O inglês avançado é um diferencial. O Programa de Trainee terá duração de oito meses.

Já o Programa de Estágio oferece oportunidade para estudantes de Ensino Médio e Superior. Os universitários deverão estar cursando até o penúltimo período, nas mesmas áreas do Programa de Trainee, com disponibilidade de trabalho entre quatro e seis horas diárias. O processo de seleção ocorre durante todo o ano, por isso há uma variação no número de vagas durante o período. Os alunos do Ensino Médio precisam estar no último ano do curso técnico em Eletrotécnica. Para os dois perfis, é necessário conhecimento mínimo de Informática. O Programa de Estágio terá duração de, no máximo, 2 anos para universitários e 1 ano para o ensino médio.

“Os novos trainees e estagiários formarão um time alinhado com os valores da Light e que tem compromisso com a missão de tornar a empresa cada vez mais admirada pela excelência do serviço prestado aos clientes “– declara Ana Silvia Matte, Diretora de Gente da Light.

Até o dia 13 de setembro de 2009, inscreva-se aqui.

O processo de seleção, após as inscrições, terá prova on-line de inglês, teste de raciocínio lógico e atualidades, dinâmica de grupo, entrevista, teste oral de inglês e painel de competências, terminando em dezembro de 2009.

ALL PRORROGA INSCRIÇÕES PARA O PROGRAMA TRAINEE 2010

27/08/2009

ALLProfissionais graduados entre 2007 e 2009 podem participar da seleção. As inscrições ocorrem até 7 de setembro

Devido ao atraso no reinício das aulas nas principais faculdades do país, a ALL – América Latina Logística prorrogou por mais 10 dias o prazo para inscrição do Programa de Trainee ALL 2010 – A Escolha de Quem Adora Desafios. As inscrições ocorrem até 07 de setembro e podem ser feitas pelo site: www.alltrainee.com .

Considerado um dos maiores e mais disputados programas do país, o Trainee ALL tem como principal característica o alto grau de responsabilidade e a rápida oportunidade de crescimento dos jovens. Dos trainees efetivados na companhia, 31% hoje ocupam a posição de gerentes, 32% são coordenadores e 9% estão entre superintendentes e diretores da companhia.

As vagas são direcionadas a graduados ou pós-graduados em qualquer habilitação nos anos letivos entre dezembro de 2007 e de 2009, que possuam inglês fluente, domínio das ferramentas de informática e disponibilidade de mudança para outras cidades. Além de um salário compatível com o mercado, a ALL oferece um pacote de benefícios que inclui assistência médica e odontológica, vales transporte e alimentação, seguro de vida e participação nos resultados.

Não há limite de vagas, “serão selecionados candidatos que tenham um perfil adequado ao da ALL, ou seja, espírito empreendedor, criatividade e vontade de crescer profissionalmente”, revela o Coordenador de Gente da ALL, Rodrigo Paupitz. Os trainees poderão atuar em diversas áreas da companhia. “O critério para alocação dos selecionados considera, principalmente, o que fará mais sentido para o seu aprendizado, sem relação obrigatória com a área de formação”, completa Paupitz.

O processo de seleção se divide em cinco etapas, cada uma delas pensada para avaliar os candidatos em relação à aderência aos valores da empresa. A primeira etapa, on-line, é composta pela inscrição e pelas provas de Português, Inglês, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Gerais. Na segunda etapa são realizadas as dinâmicas de grupo regionais, baseadas em business cases. Entrevistas dirigidas compõem a terceira etapa, onde os selecionados regionais participam de dinâmica com a presença de diretor ou mesmo do presidente da empresa. Os aprovados seguem para a etapa final da seleção na sede da companhia.

Com duração de 12 meses, o Programa inclui três módulos diferentes: Programa de Integração, Programa de Treinamento on the job e Programa de Desenvolvimento das Competências Essenciais. Os aprovados conhecem as principais unidades de negócio da empresa, tanto na operação ferroviária como rodoviária e passam a atuar nas áreas com que mais se identificam.

Os novos trainees passam ainda pelo treinamento específico das áreas e por um programa gerencial, que tem como objetivo capacitá-los nas ferramentas empreendedoras. “A idéia da companhia é transformar o trainee em líder em doze meses”, afirma Paupitz. A previsão é de que o número de candidatos ultrapasse a marca dos 20 mil inscritos.

Projeto final

O grande desafio enfrentado pelo trainee será o Projeto Final. Até o término do Programa, os participantes deverão apresentar seu projeto, inédito, constituindo-se em uma ação inovadora ou melhoria, de impacto positivo no negócio da companhia.

SER EFICIENTE OU EFICAZ?

26/08/2009

efef

Por Luiz Pagnez *

Provavelmente você terá a sensação de já ter lido esse título em algum lugar. Como na moda, existem tendências que vêm e vão na literatura sobre carreiras e administração. A discussão sobre ser eficiente (fazer uma tarefa com a maior qualidade possível, com planejamento e execução precisa e detalhista) ou ser eficaz (obter o melhor resultado com menor dispêndio de energia, não necessariamente gastando mais tempo ou prazo para isso) é um debate com muitas vertentes e defensores de ambos os lados.

Há alguns anos, em uma aula de administração, o professor contou que seu pai sempre o levava a uma loja de reforma de sapatos e lá havia um cartaz com os seguintes dizeres: Serviços com durabilidade, serviços com rapidez e serviços com um bom preço; você pode escolher até dois deles!

Foi-se o tempo em que um serviço ou era barato ou tinha qualidade. Você escolhia se queria algo rápido ou bem feito. Se fosse bom, com certeza não seria barato. Este tipo de mentalidade não era apenas adotado na sapataria da esquina, mas já foi muito comum nas empresas também. Não era difícil a área de negócios ouvir da área de projetos que eles teriam de escolher entre algo rápido ou com qualidade. O projeto seria barato ou sairia no prazo – a qualidade e a agilidade sempre andavam separadas.

Em “Feitas para Durar: Práticas Bem-Sucedidas de Empresas Visionárias” (Editora Rocco), James Collins e Jerry Porras fazem um estudo para identificar quais são as características que ajudam as empresas a superarem o desafio do tempo e crescerem continuamente por décadas e até séculos. E uma dessas características apontadas pelos autores é ter a cultura do E ao invés do OU.

No estudo, eles identificaram que empresas visionárias como 3M, HP, IBM, Walt Disney e Sony, entre outras, passaram pelo desafio do tempo abolindo as limitações do OU e aderindo a eficácia do E. Alguns exemplos de pensamentos aparentemente antagônicos nestas empresas eram ter objetivos além dos lucros e buscar continuamente o lucro; ter visão clara e senso de direção e fazer experiências oportunistas; e, ainda, implantar cultura rigorosa e metodologias rígidas e capacidade de mudar, progredir e se adaptar. (more…)

VALE ABRE 900 VAGAS PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO

26/08/2009

esta vale

Estão abertas até 20 de setembro as inscrições para o Programa de Estágio da Vale. São 900 vagas para estudantes do ensino técnico e superior, dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Sergipe, Espírito Santo, Pará, Maranhão e Mato Grosso do Sul.

Para os universitários serão oferecidas vagas em mais de 30 cursos em diferentes áreas, como Engenharia, Geologia, Administração, Arquitetura, Química, Direito, Informática, Comunicação, Psicologia, Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Comércio Exterior, entre outras. A lista completa e a divisão de cursos, por estado, estão disponíveis no site.

Estudantes de nível técnico terão a oportunidade de se inscrever também em mais de 14 cursos, entre eles Eletrônica, Mecânica, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Elétrica, Química, Informática, Administração, Meio Ambiente, Secretariado, Administração e Enfermagem.

Os selecionados iniciarão o estágio em janeiro de 2010 e receberão bolsa-auxílio mensal de R$ 600,00 a R$ 900,00 (os valores variam dependendo do curso, técnico ou superior, e da carga horária), assistência médica e seguro de vida. Nas unidades onde a empresa não oferece transporte e restaurante, os estagiários também receberão vale-transporte e vale-refeição. A carga horária do estágio varia entre 4 e 6 horas, dependendo da função.

Para participar do processo seletivo, os universitários devem estar em período equivalente a dois anos para concluir o curso, ter conhecimentos de inglês e de informática. Para os candidatos de nível técnico, a exigência é que estejam a um ano de concluir o curso ou sejam recém-formados e ainda não tenham cumprido a carga horária de estágio obrigatório.

Inscreva-se aqui.

“A EDUCAÇÃO É O QUE PODE SALVAR O BRASIL”

26/08/2009

aula

Aos 24 anos, Diego Bergamini coordenou a área de trade marketing da Kraft Foods; agora parte para Milão, onde cursará mestrado

Por Rômulo Martins

 

Ele era mais um garoto pobre que vivia na metrópole curitibana sem perspectiva de futuro. Sua mãe e maior incentivadora, Glacilene, tinha de se virar com R$ 300 mensais para sustentar o menino e a casa, isso em 1994.

Uma década e meia depois Diego Bergamini, 24 anos, acumula a experiência de chegar ao cargo de coordenador de trade marketing da indústria alimentícia multinacional Kraft Foods, em São Paulo, onde foi responsável pelo atendimento do Wal-Mart, a maior rede de supermercados do mundo.

Com visão crítica saliente e ar intelectual, agora o jovem parte para outra etapa. Vai para Milão, Itália, onde ficará por dois anos. Lá, vai cursar mestrado em Marketing Management em uma das melhores universidades do mundo na área, a Università Commerciale Luigi Bocconi, por meio de um programa do Instituto Donna Javotte Bocconi que oferece bolsas de estudo a alunos estrangeiros.

O maior responsável pela trajetória de sucesso de Diego tem nome. Ele se chama “Bom Aluno”. Foi através do programa que o menino teve a chance de romper a barreira que o separava da nata intelectual e social de Curitiba.

Mas não foi fácil adentrar nos muros do “Bom Aluno”. Como o próprio nome diz, para ingressar no projeto era preciso ser “bom”. E Diego provou que é. Ele se destacou pelo desempenho na escola municipal onde estudava e foi escolhido para receber os benefícios do programa criado pela empresa BS Colway Pneus através do Instituto Bom Aluno do Brasil (Ibab).

A partir daí o programa custeou a educação de Diego. Ofereceu material escolar, transporte, uniformes, aulas extraclasse de matemática, inglês e português, além de um curso preparatório para o ensino médio. Na segunda fase do projeto, recebeu apoio integral com escola particular, preparação para o vestibular, aulas de redação, inglês e acompanhamento pedagógico.

O resultado do esforço e dedicação não poderia ser diferente: o jovem ingressou na Universidade Federal do Paraná onde cursou Administração Internacional de Negócios. Durante a graduação, o “Bom Aluno” ofereceu a Diego curso de espanhol e outro voltado para o desenvolvimento de seu perfil profissional.

Com o término da faculdade, em 2005, o programa financiou ao jovem um coaching, curso de marketing pessoal e de administração financeira pessoal. A carreira promissora, como era de se esperar, foi consequência do investimento e da preparação. Veja mais…

ULTRAPAR INICIA SELEÇÃO PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO

26/08/2009

ultra 

São 13 vagas em diversas áreas da empresa. Interessados têm até o dia 14 de setembro para se inscrever pelo site www.ultra.com.br.

A Ultrapar, companhia que atua nos setores de distribuição de combustíveis (Ipiranga/Texaco e Ultragaz), indústria química (Oxiteno) e logística (Ultracargo), abriu o processo de seleção para o programa de estágio 2010. Os interessados têm até o dia 14 de setembro para entrar no site www.ultra.com.br e se inscrever. São 13 vagas para estudantes do último ano dos cursos de administração de empresas, arquitetura, ciências atuariais, ciências contábeis, ciências econômicas, ciência da computação, engenharias e sistemas de informação.

O processo seletivo será composto por seis etapas: inscrições, análise dos candidatos, testes online de inglês e raciocínio lógico, dinâmica de grupo, painéis de negócios e entrevista individual, sendo todas as etapas presenciais realizadas na cidade de São Paulo. Os aprovados serão conhecidos em novembro.

O programa de estágio tem duração de um ano (de janeiro a dezembro de 2010). Nesse período, os participantes conhecerão a empresa e seus mercados de atuação e terão a oportunidade de conhecer duas áreas diferentes da empresa, entre elas: tesouraria, controladoria, seguros, planejamento, controle de investimentos, fusões e aquisições, relações com investidores, auditoria interna, informática corporativa e facilities&utilities. Contarão ainda com a orientação de tutores e conselheiros, função desempenhada pelos próprios executivos da empresa. Os benefícios oferecidos são: salário compatível com o mercado, seguro de acidentes pessoais, ajuda de custo transporte, plano de saúde, vale refeição e cesta de natal.

Pré-requisitos:

  • formando em 2010
  • cursos de administração de empresas, arquitetura, ciências atuariais, ciências contábeis, ciências econômicas, ciência da computação, engenharias e sistemas de informação
  • inglês avançado
  • conhecimento do pacote Office
  • Inscreva-se aqui.

    ESTIMULE A VONTADE DE CRESCER JUNTO COM A EMPRESA

    25/08/2009

    companhias crescendo

    Desafio é estimular a criatividade e a motivação dos funcionários

    Nos dias de hoje, as pessoas não consideram mais o trabalho uma fonte de satisfação e qualidade de vida e, sim, um meio de sobrevivência e esperança. O problema é que os funcionários são o combustível de uma empresa e o maior desafio é fazer com que eles se sintam motivados.

    A consultora e palestrante comportamental Maria Inês Felippe, especialista em Administração de Recursos Humanos, acredita que motivar funcionários significa criar condições para que eles trabalhem mais e melhor em benefício da organização.

    Mas como fazer isso? O fato é que cada pessoa deve ser motivada de maneira diferente, pois cada um possui necessidades e emoções distintas. “O homem é um ser insaciável. Uma vez satisfeita uma necessidade, automaticamente surgirão outras, por isso, é importante que a empresa diversifique os benefícios, adequando-os de acordo com as necessidades dos funcionários”, explica Maria Inês.

    Para a especialista, o desafio dos gestores é fazer com que o funcionário sinta vontade de crescer junto com a empresa e os fatores motivacionais envolvem sentimentos de crescimento individual, reconhecimento profissional e auto-realização. “É preciso pensar no que o funcionário gostaria de ganhar e não no que a empresa gostaria de dar”, diz.

    Sendo assim, saber o que o funcionário quer é a missão de Maria Inês Felippe. Ela acredita que a motivação só dá certo se o funcionário está disposto a se motivar. E o papel da empresa nesse processo é o de propiciar condições e incentivos no trabalho.

    As atividades propostas por Maria Inês visam responder à seguinte questão: quais são os comportamentos que as pessoas apresentam que você identifica como desmotivação? São nesses elementos que a psicóloga baseia seu trabalho. “Além do comportamento, trabalho também as causas que levam à desmotivação”, explica. “Na grande maioria, essas causas estão nas políticas de recursos humanos ou na cultura da organização. Não trabalhar essas questões é o mesmo que passar um verniz sobre uma ferrugem.”

    Para ajudar as empresas, Maria Inês Felippe dá algumas dicas:

    • Estabeleça metas claras e atingíveis, que devem ser desafiadoras;
    • Divulgue a todos as regras do jogo e estimule a criação de campanhas, slogans, etc.;
    • Propicie condições físicas, tecnológicas, materiais e psicológicas para a conquista das metas;
    • Envolva vários departamentos ou até mesmo toda a empresa em uma mesma meta;
    • Propicie um clima interno de incentivo, com quadros de aviso, intranet, etc.;
    • Distribua prêmios adequadamente, inclusive para as pessoas que auxiliam outras a conquistarem as metas (como secretárias e auxiliares);
    • Comemore as conquistas com uma festa ou uma reunião.

    Sobre Maria Inês Felippe

    Formada em psicologia, pós-graduada em Administração de Recursos Humanos, Mestra em Criatividade e Inovação Aplicada pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha), vice-presidente de Interação da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH Nacional) e professora de graduação e pós-graduação da FAAP, INPG (Instituto de Pós-graduação), Maria Inês Felippe atua há 22 anos na área de Recursos Humanos, Treinamento e Desenvolvimento, Marketing, Vendas e Gestão – utilizando em sua metodologia de trabalho a arte como ferramenta de desenvolvimento e a dominância cerebral. Autora do livro 4 C’s para Competir com Criatividade e Inovação, da Editora Qualitymark, lançado em 2007, Maria Inês ministra palestras e treinamentos por todo o Brasil e já realizou diversos trabalhos em países como Angola (ONU), Venezuela, Argentina, México, Espanha, Portugal e Japão.

    CURRÍCULO É BEM MAIS DO QUE TUDO O QUE VOCÊ SABE FAZER

    24/08/2009

    Curriculum Vitae

    Por Fabiano Caxito*

    O currículo é o seu vendedor, sua propaganda nas mãos do recrutador. Mas não se iluda. As boas empresas recebem dezenas, centenas de currículos por dia. E o que vai fazer o seu se destacar nesta pilha, não é um papel extravagante, uma fonte rebuscada, uma foto descontraída! O que o recrutador busca é conteúdo.

    Então, em primeiro lugar, não cometa o erro de achar que escrever um currículo é apenas listar em uma folha de papel as empresas e cursos que fez.

    Invista seu tempo para se repensar, analisar sua carreira, seus pontos fortes e fracos, aquilo que o destaca dos demais. A internet está cheia de sites que oferecem modelos de currículos que só precisam ser preenchidos. Não cometa este erro. Sua experiência é única, e seu currículo deve refletir esta diferença. Inspire-se nos modelos, mas crie seu próprio currículo.

    Vamos nos colocar no lugar de um recrutador. Imagine ter que analisar uma pilha de dezenas de currículos de candidatos a uma determinada vaga. Com certeza, o que essa pessoa quer é ler informações relevantes, claras, focadas, em um formato limpo e não cansativo.

    O currículo deve ter uma boa apresentação: papel de qualidade, branco, liso e em formato A4. Você não está criando um panfleto promocional. Evite bordas, molduras, imagens, gravuras e fotos. Imprima em formato retrato! Você não quer que o entrevistador tenha que virar seu currículo toda vez que o retirar da pilha. Use no máximo duas folhas, sem capas ou envelopes. Você pode passar uma imagem de ser prolixo e pouco focado. Lembre-se do recrutador e sua pilha de currículos: ele não quer perder tempo com informações irrelevantes.

    Há uma frase de Henry Ford que quero usar como exemplo nesta situação. Ele dizia que o modelo T, que popularizou o carro, podia ser comprado em qualquer cor, desde que fosse preto. No caso da cor da fonte usada no currículo, vale o mesmo: preto é sempre o indicado. Já a fonte escolhida deve ser simples como Times New Roman, Arial ou Verdana, com tamanho entre 10 e 12. Menor que isso, fica ilegível e cansa. Maior que isso, vai parecer que você quer “engordar” o currículo aumentando a letra. Veja mais.

    MEDICINA PREVENTIVA É O SEGREDO PARA RETARDAR O ENVELHECIMENTO

    21/08/2009

    medicina preventiva

    Já foi o tempo que consultar um geriatra era somente para os idosos. A partir dos 30 anos já é possível fazer um acompanhamento com exames para identificar se a pessoa está carente de vitaminas ou se está acelerando o envelhecimento.

    A má qualidade de vida (estresse, sedentarismo, alimentação errada, poluição) leva o jovem a adquirir doenças muito precocemente, como obesidade, colesterol acima do normal, diabetes, pressão alta, cardiopatias, entre tantas outras.

    A geriatria preventiva trata o paciente como um todo. Checa sua saúde física e mental, verifica a condição da pele, os hábitos alimentares, indica formas de relaxamento, exercícios, trata o paciente com medicina complementar, como ortomolecular e acupuntura, por exemplo, e adota a medicina estética.

    Manter-se jovem, tanto fisicamente quanto mentalmente, é sem dúvida um dos principais motivadores de cirurgias plásticas e dietas milagrosas, mas segundo a médica endocrinologista e geriatra Dra. Maria do Carmo Sobral Lins “Uma aparência jovial é conquistada com muito esforço, exercícios diários e alimentação saudável. Quem faz uma alimentação variada e equilibrada está no caminho certo. É bom lembrar que as substâncias benéficas para o organismo são encontradas em supermercados e feiras livres e não na farmácia”, explica.

    O tratamento preventivo prescreve vitaminas e mudanças nos hábitos alimentares desenvolvendo cardápios mais ricos com a finalidade de suprir as necessidades orgânicas buscando proteger assim o coração, o cérebro, a memória e os ossos, entre outros. “Problemas relacionados à memória podem ser evitados quando a dieta é rica em ácidos graxos Omega 3 (peixes, com o salmão) e ferro. Já os ricos em ácido fólico (feijão, espinafre, brócolis) ajudam a prevenir doenças cardíacas”, comenta a médica.

    Neste tipo de acompanhamento, a preocupação com o aspecto da pele e seu envelhecimento também é muito frequente. “O tratamento auxilia na regeneração dos tecidos, indicando nutrientes que atuam como antioxidantes (betacaroteno, selênico, vitamina E e C) que protegem as células, mas é preciso cuidados básicos como usar filtro solar diariamente, sabonetes e cremes específicos para cada tipo de pele”, esclarece.


    %d blogueiros gostam disto: