AS N MANEIRAS DE COBRAR PRODUTIVIDADE

3d blue Diagram with arrow

Trabalhar cerca de 10 a 12 horas diárias exige das organizações programas de qualidade de vida para seus colaboradores

Por Paulo Chebel*

O primeiro tema a ser discutido antes da implantação de programas de qualidade de vida em uma empresa é identificar o que é a qualidade de vida para a empresa e colaboradores, e se a gestão está preparada para esta mudança. Muito é falado sobre qualidade de vida, principalmente no ambiente corporativo, e todas as ações devem levar ao mesmo objetivo: melhorar o bem-estar do colaborador. Por que? Porque o bem-estar do colaborador é diretamente proporcional à sua produtividade e por conseqüência melhora os resultados da organização, em todas as perspectivas: financeira, do cliente, processos operacionais e do aprendizado, usando como base o Balanced Scoredcard , por exemplo.

Existem duas grandes frentes de trabalhos a serem endereçadas pelas empresas que queiram promover a Qualidade de Vida no ambiente empresarial. A primeira frente é a parte física, em que se deve entender as necessidades dos colaboradores, e a segunda é a parte psicológica. Estas frentes são complementares seguindo a hierarquia das necessidades de Maslow, composta por cinco necessidades fundamentais: fisiológicas, segurança, amor, estima e auto-realização.

As empresas devem implantar os programas de qualidade de vida pensando em seus colaboradores, incluindo neste conceito todos os níveis hierárquicos da organização, e para isso deverão contar com várias iniciativas, pois as necessidades mudam de acordo com o grupo de trabalho, departamento, localização física, entre outros aspectos. Por exemplo, ginástica laboral para um departamento de televendas é muito importante para evitar lesões por esforço repetitivo (LER), para operadores de máquinas (ex. empilhadeira) o EPI – Equipamentos de Proteção Individual – passa a ser mais importante, ou até obrigatório em alguns casos.

Enfim, as necessidades fisiológicas e de segurança são as mais fáceis de serem atendidas, pois são necessidades básicas e na grande maioria é algo tangível: conforto no ambiente de trabalho (ergometria), alongamento e massagem (para aliviar estresse físico), áreas de relaxamento, melhor transporte, refeitórios atrativos (boa comida e visual), etc. Vemos com freqüência muita dedicação nas áreas básicas e muito pouco nas áreas que envolvem o estado emocional das pessoas (amor, estima e auto-realização). Não podemos esquecer que somos formados por um conjunto de elementos que devem estar em harmonia para estarmos bem. Assim, é muito importante, após ter atendido às necessidades básicas, investir maciçamente em programas motivacionais para garantir ao colaborador o estímulo e vontade de trabalhar.

Estes programas devem considerar o plano de carreira, comissão ou bônus, desenvolvimento humano (treinamento e capacitação), RECONHECIMENTO e, Veja mais…

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: