FELICIDADE NO EMPREGO

Profissionais precisam conquistar autonomia emocional para lidar com as hostilidades do ambiente corporativo.

Por Rômulo Martins

Felicidade no EmpregoPrimeiro de maio, Dia do Trabalho, está próximo. Mais que comemorar o saldo positivo de geração de empregos no Brasil, o Empregos.com.br preocupou-se em analisar o índice de satisfação dos trabalhadores brasileiros com base em dois estudos. Os números não são nada favoráveis. Pesquisa realizada pelo International Stress Management Association (Isma) indica que 70% dos profissionais sofrem de estresse ocupacional. Outro levantamento divulgado pela Época Negócios revela que 84% dos executivos estão infelizes no trabalho.

Estes e outros dados que avaliam o clima no ambiente corporativo e a satisfação dos funcionários com o trabalho comprovam o que vêm afirmando repetidamente consultores empresariais: as organizações estão doentes. Ser feliz no trabalho nesse contexto torna-se um desafio. Sem autonomia emocional a felicidade passa a ser um objeto inalcançável.

“É um desgaste muito grande o profissional lutar por uma causa da qual não tem nenhum poder de decisão ou influência”, diz Floriano Serra, diretor-executivo da SOMMA4 Gestão de Pessoas, para quem a felicidade no trabalho é possível. “Para reivindicar melhores condições de trabalho em termos emocionais é necessário antes ter controle sobre suas próprias emoções”, destaca.

A harmonia na relação capital humano versus trabalho parece estar ainda mais longe de se tornar possível quando se fala da ocorrência frequente de burnout – estresse crônico ocupacional causado pelo desgaste físico e mental intenso – e de bullying corporativo – termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, provocados por um indivíduo ou grupo de pessoas.

Psicólogo com pós-graduação em propaganda e marketing, Serra afirma que um dos maiores erros dos profissionais é absorver problemas externos, seja da chefia ou dos colegas de trabalho, que acabam contaminando o indivíduo e interferem em sua performance profissional. Leia a matéria completa aqui…

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: