PERGUNTE AO ESPECIALISTA – DINÂMICA DE GRUPO: EU ME VEJO COMO O…


Pergunta: Participei recentemente de uma dinâmica onde me foi proposto informar um nome de uma personalidade ou herói, entre outros, que eu me identificasse e tinha que responder o motivo da escolha. Então gostaria de saber: Qual finalidade do teste? E ainda qual seria a melhor resposta?
Certo da atenção, agradeço desde já.
Luis Flávio Martins

Resposta

Resposta:

Olá Luis! Essa dinâmica faz parte de vários processos seletivos… diria que já está “bem batida”… mesmo assim pode ser reveladora. Esta atividade (que não é teste) tem como objetivo conhecer o candidato. Faz parte do rol das dinâmicas utilizadas em um processo seletivo que, somadas a outras técnicas, permite à empresa obter uma “fotografia” do profissional. Como a instrução da dinâmica diz, a idéia é observar com qual herói o candidato se identifica. O dicionário Priberam ajuda-nos a compreender melhor o sentido da palavra: tornar idêntico, reconhecer a identidade, absorver, fundir-se, confundir-se. Portanto, ao falarmos de um herói ou qualquer pessoa com a qual nos identificamos, vemos nela características que admiramos e/ou que apresentamos. Falamos, portanto, de nós mesmos através de outra pessoa.

Assim como inúmeras outras dinâmicas que já comentamos neste espaço, não há “certo ou errado”, não há “melhores respostas”. O que se observa é a adequação ou não do perfil do candidato ao perfil da vaga. Difícil de compreender? Veja por este lado: cada organização tem uma “personalidade” ligada a objetivos e resultados a conquistar. A contratação de profissionais que tenham “afinidade” com esse perfil é que garante não apenas sua sobrevivência, mas seu crescimento e desenvolvimento.

Na ânsia de conquistar um lugar ao sol, não raro os profissionais pensam que devem “driblar” o processo seletivo demonstrando aquilo que a empresa quer. Ninguém sustenta esta máscara por muito tempo, o que equivale a dizer que, constantemente, as organizações se surpreendem com um “novo profissional” após sua efetivação. É verdade… muitas pessoas conseguem “segurar” sua real personalidade durante o período de experiência (variável entre 30 e 90 dias), imaginando que não serão dispensadas após esse tempo (pois os custos da dispensa são maiores). Ledo engano! Além da possível (ou certeira) dispensa, a imagem do profissional fica comprometida não apenas nesta organização, mas no mercado. Diria que esta escolha é uma das piores que se pode fazer na carreira.

Não importa com qual herói você se identifica; o que vale é sua sinceridade e coerência durante todo o processo. Isso dá segurança à empresa de contratar o melhor profissional, e a você desperta a confiabilidade no mercado. Lembre-se que, assim como os candidatos, as organizações também se conversam!
Abraços e paz profunda!

Izabel Failde

Tire suas dúvidas e receba, gratuitamente, orientação sobre vários assuntos ligados a carreira e desenvolvimento profissional. Para cada tema há um especialista pronto para auxiliá-lo. Serão respondidas e publicadas no site apenas as perguntas selecionadas pela equipe de conteúdo do Empregos.com.br.

Clique aqui e faça sua pergunta!

Anúncios

Tags: , ,

Uma resposta to “PERGUNTE AO ESPECIALISTA – DINÂMICA DE GRUPO: EU ME VEJO COMO O…”

  1. Margarida da Silva Cota Says:

    Posso processar a empresa que trabalhei?
    Quero saber se posso processá-la por erro de digitação. Trabalhei nela 7 meses e sai dia 31 de janeiro de 2007. So que eles escreveram no documento q eu entrei no dia 31/1/2006 e falaram q eu sai 1/1/2006.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: