PROFISSÃO – MUDANÇAS DE ROTA

Pior do que mudar de curso no meio do caminho é viver a frustração, pelo resto da vida, de fazer algo que não queria.

Por Marcelo Mariaca*

Profissão - Mudanças de RotaDentro de poucas semanas começa a maratona dos vestibulares, quando milhares de jovens, de 17 ou 18 anos, decidem realmente o que querem fazer na vida. Mas, na realidade, ninguém nessa faixa de idade sabe tanto de medicina, de administração, de engenharia ou de outra profissão a ponto de abraçar, nesse momento, uma carreira para toda a vida. O jovem tem de se dar a chance e o direito de chegar aos 24 anos, no meio do curso, e dizer: “Não quero, não aguento mais, não é isso que quero fazer”. Mesmo que decepcione os pais, que pensam ser possível desenhar o futuro dos filhos.

Essas decisões são de foro íntimo. Além disso, podemos reorientar nossa rota e mudar nossos caminhos, não importa em ponto estejamos. Por outro lado, é preciso pensar muito, refletir e analisar se a mudança é conveniente. Não dá para ser impulsivo, embora essa seja uma das características dos jovens. Leia mais…

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: