Archive for fevereiro \24\UTC 2011

10 DICAS PARA O PRIMEIRO DIA NO ESTÁGIO

24/02/2011

A primeira impressão é a que fica. Não sabemos se isso é realmente verdade, mas quando se trata de um emprego, causar uma boa impressão no primeiro dia é essencial.

Por Blog Mais Estudo
10 dicas para o primeiro dia no estágioQuem vai começar no primeiro emprego ou estágio tem motivos para ficar nervoso e ansioso, o desconhecido sempre nos assusta. Mas é preciso se preparar para não cometer erros bobos. Por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar a se dar bem nesse dia tão importante.

1. Seja espontâneo
Não adianta seguir as dicas se você forçar ser alguém que não é. Dá para entender e ter atitudes que irão agradar seus colegas de trabalho, sem precisar mudar seu jeito. O ideal é usar todas as dicas que estão aqui, mas adaptando tudo ao seu jeito de ser.

2. Não se atrase
Saia de casa mais cedo do que precisaria, não há nada pior que se atrasar logo no primeiro dia. Se chegar cedo demais, passe em alguma padaria, leia o jornal, tome um café. Assim como se atrasar, chegar cedo demais também pode pegar mal e até atrapalhar a rotina do seu chefe.

3. Decore as informações básicas
Alguns detalhes parecem apenas detalhes, mas são essenciais. Saber a localização da sua mesa, por exemplo, pode parecer bobagem, mas dependendo do tamanho da empresa você pode passar pela constrangedora situação de ter que pedir ajuda para encontrá-la. Para não ficar perguntando aos seus colegas de trabalho a mesma coisa toda hora e correr o risco de passar vergonha é bom decorar também: onde ficam os banheiros, a cozinha, a sala do chefe, e os outros locais relevantes; o número do seu ramal e das pessoas com quem irá trabalhar; as senhas e logins de internet; o nome e o cargo do chefe e dos seus colegas de trabalho, e aproveite para chamá-los pelo nome, pois isso demonstra segurança e envolvimento.

4. Seja discreto
É o primeiro dia, portanto mesmo que você seja uma pessoa extrovertida procure manter-se discreto e observe mais do que fala. Isso vale também para o modo de se vestir. Não exagere na simpatia, mas também tome cuidado com a timidez (que às vezes pode ser confundida com arrogância). Dê bom dia a todos e converse na medida do possível, mas mantenha sempre um meio termo, lembrando que o bom humor é um ótimo passaporte para que as pessoas gostem de você.

5. Não tenha medo de perguntar
Esse é o dia certo para tirar suas dúvidas. Anote tudo que achar necessário e preste muita atenção a tudo que te disserem. É muito chato fazer perguntas que já foram explicadas. Se não entender algo, questione mas pense antes para não perguntar algo óbvio. Procure não fazer críticas e nem oferecer sugestões, ainda é cedo para isso, mas na hora certa serão bem vindas.

6. Política da empresa
É bom já ir entendendo como as coisas funcionam no seu novo ambiente de trabalho. Procure ler bastante sobre a empresa para saber seus valores e a forma como eles lidam com os funcionários e clientes. Observe se o clima é mais formal ou informal. Por exemplo, se as pessoas se vestem de forma descontraída ou não. Se os horários de entrada e saída são muito rígidos ou não. Aproveite para observar o máximo que puder. E veja também o lado mais informal, onde os funcionários almoçam, se fazem uma pausa para o café, como funciona a comunicação na intranet, etc.

7. Esteja preparado para testes
Seu chefe pode resolver testar se o que você disse no currículo e na entrevista é mesmo verdade. Por isso, vá preparado para trabalhar de acordo com o que você propôs anteriormente. Podem pedir, por exemplo, para que você traduza um texto em inglês. É por isso que não vale a pena mentir nos processos seletivos, uma hora acabam descobrindo a verdade.

8. Entenda sua função
Saber em que projetos e atividades você está envolvido é importante, mas há algo mais essencial neste momento: saber quais as primeiras entregas que você terá que fazer, qual a próxima ação relacionada a cada uma delas, e quais os prazos – especialmente se você tiver que começar a correr imediatamente. Sabendo disso, você já pode preparar seu cronograma e organizar suas tarefas.

9. Não julgue antecipadamente
Muitas pessoas vão falar com você. Provavelmente você não irá com a cara de algumas, mas cuidado para não julgar mal. Não se empolgue demais com a empresa, achando que é o melhor lugar do mundo com as melhores pessoas do mundo, porque só a convivência vai mostrar como realmente é esse ambiente. E também não faça o contrário, não desanime se a primeira impressão for ruim, as coisas tendem a melhorar. E de forma alguma faça comentários sobre suas impressões logo de cara, você ainda não sabe em quem confiar, e alguns comentários podem parecer fofoca.

10. Cuidado na despedida
Bem ou mal, você irá sobreviver ao primeiro dia. Se os colegas o convidarem para um Happy Hour, e você quiser aceitar,  aceite, mas não se esqueça que, para eles, a sua avaliação ainda não terá acabado. Vá com calma, mas permita-se relaxar um pouco. Caso não queira não tenha vergonha de dizer não, vá para casa e permita-se relaxar, aproveitando rapidamente para repassar todas as informações que absorveu nesse dia.

 

IOS ABRE 20 VAGAS PARA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

22/02/2011

As inscrições podem ser feitas até o dia 28/2. Os selecionados terão emprego garantido na TOTVS.


O Instituto da Oportunidade Social (IOS), mantido pelo TOTVS, está com vagas abertas para a capacitação profissional de pessoas com deficiência física, visual (subnormal, baixa visão) ou auditiva (perda bilateral, parcial ou total). Os selecionados serão contratados pela TOTVS e receberão salário e benefícios desde o início do treinamento.

Os contratados participarão de um treinamento de 10 meses para obter conhecimento na solução ERP TOTVS, além de Processos Administrativos (Compras, Vendas, Estoque, Financeiro, Contabilidade e Call Center) e domínio nos sistemas Windows XP, Word, Excel e Power Point 2007 e Internet. Também serão ministrados treinamentos de Comunicação e Expressão, Cálculo Matemático e Comportamental. Além disso, os alunos participarão de workshops de várias áreas e produzirão um trabalho de conclusão de curso.

Para se inscrever é preciso ter mais de 18 anos, Ensino Médio completo e atender os pré-requisitos exigidos pela Lei de Cotas (Lei 8.213). Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail: inclusao@ios.org.br, até o dia 28/02. As aulas terão início em abril e serão ministradas na unidade do IOS em Santana (Rua: Ezequiel Freire, 89).

MICROSOFT OFERECE CAPACITAÇÃO GRATUITA EM TECNOLOGIA PARA ESTUDANTES

21/02/2011

Programa já beneficiou mais de 90 mil jovens brasileiros nos últimos três anos.

A Microsoft Brasil, em parceria com instituições de ensino, governos e empresas de 12 estados, abre inscrições para a 8ª edição do programa de capacitação gratuita para o mercado de tecnologia Students to Business – S2B. O objetivo da iniciativa é auxiliar e formar jovens interessados em seguir carreira na área de TI a conquistar boas oportunidades no mercado. As inscrições começaram dia 14/2 e vão até 15/3.

Como funciona?
Os alunos serão capacitados em uma das tecnologias Microsoft, nas áreas de Desenvolvimento de Software, Infraestrutura, Banco de Dados (DBAs), Criação de Websites ou CRM (Dynamics), de acordo com a disponibilidade do curso na localidade escolhida. A novidade desta edição que também será ofertada em algumas localidades é a capacitação em Desenvolvimento para computação em nuvem com o Windows Azure, a plataforma da Microsoft para execução de aplicativos e serviços de Cloud Computing.

Desta vez, o Students to Business vai abranger 34 cidades em 12 estados brasileiros – Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Os jovens dessas localidades poderão receber 4, 32 ou até 84 horas de treinamento gratuito em três etapas de aulas, num aumento gradativo de complexidade. As aulas acontecem em 37 unidades dos Centros de Inovação mantidos pela Microsoft em várias cidades do país e em instituições parceiras. Na cidade de São Paulo, por exemplo, o curso será ministrado nas unidades da Consolação, Tatuapé, Itaquera e Centro Universitário Senac.

“Basta ser estudante para participar do Students to Business”, afirma Marinês Gomes, gerente de programas acadêmicos da Microsoft Brasil. “Para capacitar jovens para uma carreira em Tecnologia da Informação, o programa tem como premissa despertar o interesse e o entusiasmo desses jovens por uma formação profissional que o nosso mercado de trabalho carece”, completa a executiva.

Marinês ressalta que encontrar profissionais capacitados para atuar na área ainda é um desafio para as empresas brasileiras. “Por isso a Microsoft investe em preparar jovens apaixonados por tecnologia para ingressar nesse mercado. Além do S2B, a Microsoft possui diversas iniciativas educacionais no País. Ao todo, elas contemplaram 4,2 milhões de jovens e adultos brasileiros nos últimos 5 anos.” Somente na última onda do S2B, em 2010, foram capacitados 18.059 jovens.

O Students to Business faz parte das iniciativas de Cidadania Corporativa da Microsoft Brasil. Os participantes recebem licenças para download gratuito dos softwares utilizados nos treinamentos para dar continuidade prática do conteúdo aprendido utilizando o computador pessoal. A iniciativa também conta com o apoio de empresas que demandam mão de obra especializada e que oferecem oportunidades de emprego ou estágio ao final da capacitação.

Realizado no Brasil desde 2007, o Students to Business já capacitou mais de 90 mil estudantes para o mercado.  “Conseguimos incluir no Students to Business um processo efetivo de geração de empregos. Sempre que finalizamos uma onda de treinamentos, recebemos retorno de diversos estudantes que foram inseridos no mercado” destaca a executiva.

Agenda:
Inscrições para a 8ª onda do Students to Business
Especializações: Infra-estrutura / Desenvolvimento de Software / Desenvolvimento para computação em nuvem / Banco de dados / Criação de Websites / CRM
Período: de 14/02 a 15/03/2011
Inscrições: pelo site www.programaS2B.com.br

EMPREGOS PLENO NA CONSTRUÇÃO CIVIL X FALTA DE MÃO DE OBRA

18/02/2011

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a construção civil abriu, no ano, mais de 2 milhões de novas vagas. Entretanto, se por um lado o pleno emprego garante renda do trabalhador, por outro o setor tem enfrentado um problema que se agrava à medida de seu crescimento: a mão de obra tem se tornado uma dificuldade.

Por isso, no ano passado a Conibase começou a oferecer cursos gratuitos na área de construção civil em suas unidades.  Ricardo Adachi, diretor-executivo da Conibase, explica que a iniciativa visa qualificar a nossa mão de obra melhorando a qualidade de vida de todos e do Brasil. “Temos orgulho em proporcionar cursos de especialização para aquelas pessoas interessada em aprender” e completa, “hoje, depois de um ano deste programa, tenho orgulho em dizer que já treinamos mais de 3.000 profissionais”.

Os cursos são oferecidos segunda à quinta-feira, das 17h às 19h30, são geralmente apostilados e o profissional recebe certificado de participação quando completa as aulas de um determinado módulo. O participante não paga nenhuma taxa e também não precisa levar nenhum material, pois a loja oferece tudo. Para participar basta fazer a inscrição pelo telefone ou chegar no local com uma antecedência de 30 minutos, são 60 vagas e estão sujeitas a lotação. Para mais informações o interessado pode entrar em contato pelo telefone (11)2141.2299 ou através do cursos@conibase.com.br

Confira a grade e horários abaixo:

23/02 – Predial CPVC – NICOLL
17h00 às 19h30
Unidade Butantã:
Av. Eliseu de Almeida, 3100, São Paulo – SP

24/02 – Água Fria – TIGRE
17h00 às 19h30
Unidade Granja Viana:
Rod. Raposo Tavares, 21450, Km 21, Cotia – SP

PROFISSIONAL OPERADOR DE CALL CENTER

17/02/2011

Marcio Moreira, gerente de atendimento do site Empregos.com.br, fala sobre o perfil do teleatendente e dá dicas para se destacar na área.

Por Rômulo Martins

Profissão Operador de Call CenterMais de 1,2 milhão de pessoas trabalham como operadores de call center no Brasil, de acordo com a Associação Brasileira de Telesserviços (ABT). E a previsão para 2011 é que as empresas de call center registrem um crescimento de 10% em geração de empregos, oferecendo aproximadamente 120 mil novos postos de trabalho.

O mercado está favorável e as chances de crescimento profissional na área são certas. Para se destacar, porém, é preciso ser um operador diferenciado que, além de não perder o foco em resultados, tenha boas relações com os seus clientes e sua equipe de trabalho.

Para a maioria das oportunidades basta ter 18 anos, ensino médio completo e conhecimentos básicos de informática. Muitas empresas não exigem experiência e realizam treinamento para preparar o profissional no contato com o cliente.

Em entrevista ao site Empregos.com.br, Marcio Moreira, gerente de atendimento da empresa, fala sobre o perfil do teleatendente que as organizações buscam, salário e dá dicas de como crescer profissionalmente no ramo. Assista:

Se interessou pela profissão? Faça uma busca de vagas!

PROFISSÃO SECRETARIADO EXECUTIVO

10/02/2011

Profissional assessora o chefe direto, facilita processos administrativos e otimiza a rotina do trabalho.

Por Rômulo Martins

Profissão Secretariado ExecutivoServir café e atender ao telefone o dia todo são coisas do passado para o profissional da área de Secretariado. Hoje as empresas buscam pessoas interadas com o negócio, capazes de otimizar a rotina dos executivos e facilitar processos burocráticos.

Segundo Isabel Cristina Baptista, presidente do Sinsesp (Sindicato das (os) Secretárias (os) do Estado de São Paulo), o profissional de Secretariado deve estar engajado de tal forma que consiga visualizar imprevistos, evitando surpresas indesejadas.

A formação técnica ou universitária, diz Isabel, prepara o estudante para as exigências do mercado de trabalho. “Os cursos são fundamentais para exercer as tarefas com qualidade.”

O salário inicial é de R$ 860 (nível técnico) e R$ 1,2 mil (nível superior). O rendimento do profissional sênior pode chegar a R$ 12 mil por mês.

Assista a entrevista em que Isabel fala sobre o mercado de trabalho, as principais responsabilidades e os ramos de atuação do (a) secretário (a):

Se interessou pela profissão de secretário (a)? Faça uma busca de vagas!

PESQUISA SALARIAL GRATUITA 2011

08/02/2011


Metodologia

Para a elaboração da Pesquisa Salarial 2011 foram consultados mais de 40 mil profissionais. Os valores são provenientes dos últimos salários-base pagos pelo mercado (exceto prêmios, benefícios, comissões, horas extras e adicional de periculosidade). A amostra é baseada nos dados internos de pessoas cadastradas em nosso site, residentes nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Publicam-se apenas cargos com mais de dez pessoas informantes. Por ser uma tabela referencial, alguns cargos podem não constar na lista.

Como Consultar?
É fácil conferir a tabela! Escolha um dos níveis abaixo e consulte o cargo desejado, não necessariamente sua profissão. Os valores menor, média e maior são salários de mercado, atualizados a cada semestre de acordo com levantamento feito pela equipe do site Empregos.com.br.

Última atualização: Janeiro de 2011 – Empregos.com.br

ACABARAM AS FÉRIAS? FUJA DA DEPRÊ

07/02/2011

Depressão pós-férias atinge 23% dos profissionais; Mais vulneráveis estão nos setores financeiro, de saúde e informática, ou não atuam em sua área de formação, revela pesquisa.

Por Rômulo Martins

Acabaram as Férias? Fuja da “Deprê”Grande parte dos profissionais aproveita o primeiro mês do ano para gozar as tão esperadas férias. Mas quando estas chegam ao fim é preciso encarar a rotina nem sempre prazerosa do trabalho. A fase de adaptação costuma levar de uma semana a 14 dias.

“É normal que neste período o profissional sofra os sintomas da readaptação. Afinal, durante as férias a pessoa não tem hora para acordar, dormir, almoçar. Ela sente que tem o controle da sua vida”, diz Ana Maria Rossi, presidente do Isma-BR (Internacional Stress Management Association no Brasil).

No entanto, o prolongamento dos sintomas de readaptação, caracterizados pelo cansaço, sono, preguiça, falta de concentração e de motivação, do 15º ao 30º dia após o descanso trabalhista, sinalizam a depressão pós-férias.

De acordo com pesquisa do Isma-BR, coordenada por Ana, as principais causas desse tipo de depressão são a insatisfação no trabalho (93%) – quando não há perspectiva de crescimento ou aperfeiçoamento profissionais -, a hostilidade ou não-confiabilidade no ambiente corporativo (71%) e os conflitos interpessoais (49%).

Foram ouvidos 540 executivos de São Paulo e Porto Alegre, de 25 a 60 anos. Destes, 23% possuem depressão pós-férias. O estudo mostra que os profissionais mais vulneráveis à depressão estão nas áreas financeira, de saúde e informática, ou não atuam em seu campo de formação.

Segundo Ana Maria Rossi, do Isma-BR, os sintomas da depressão pós-férias podem ser físicos e emocionais. “Os profissionais sentem dores musculares, incluindo dores de cabeça. Outros sintomas são o cansaço, a insônia, a angustia e o sentimento de culpa”. A depressão, aponta pesquisa do Isma-BR, afeta ainda o comportamento do indivíduo.

“A fim de diminuir o nível de ansiedade causado pela depressão, os profissionais usam medicamentos (muitas vezes autoprescritivos) e drogas, consomem bebidas alcoólicas em excesso, abusam do cigarro e se alimentam mais que o normal, gerando uma sobrecarga calórica”, afirma Ana.

Confira cinco dicas para minimizar os efeitos da depressão pós-férias:

1. Regule o relógio biológico
Três dias antes do retorno ao trabalho obedeça aos horários profissionais como se já estivesse trabalhando. A mudança envolve horário de acordar e dormir, do almoço etc.

2. Encurte as férias
Para quem está viajando a dica é retornar a casa 48h antes de começar a trabalhar. Muitos profissionais já chegam sobrecarregados no primeiro dia de trabalho por enfrentar congestionamento e noite mal dormida no dia anterior.

3. Acione a válvula de escape
É preciso compensar a sobrecarga do trabalho com atividades prazerosas, diz Ana Maria Rossi. “Faça uma atividade voluntária, pratique um hobby.”

4. Comunique-se
Para Ana, expor ao chefe direto a insatisfação no trabalho é uma atitude controversa. “Depende do chefe”, diz. Por outro lado, ela atesta que uma comunicação transparente no universo corporativo ajuda os colaboradores a lidar melhor com as dificuldades no trabalho. “É a sensibilidade do profissional que vai dizer se vale a pena tocar no assunto”. Se for preciso, opte pela caixa de sugestões e críticas.

5. Atente-se às oportunidades
Quem não está satisfeito com o trabalho deve estar pronto para “pôr o currículo na rua”, nas palavras de Ana. Nesse caso, é preciso estar atento às oportunidades de emprego e saber como chegar até elas. Na busca por um emprego, vale possuir um bom currículo e uma imagem pessoal e profissional credível. Quem tem bons relacionamentos profissionais está na frente.

PROFISSÃO ARQUITETO – MATÉRIA ESPECIAL

04/02/2011

Gláucio Gonçalves, do Espaço Brasileiro de Arquitetura, diz que profissional precisa se conhecer bem para realizar o sonho das pessoas.

Por Rômulo Martins

Especial Profissões - ArquitetoO maior acesso da classe C à casa própria aqueceu o mercado de Arquitetura e Urbanismo. Com a economia favorável e o advento dos jogos esportivos internacionais no Brasil – Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas Rio 2016 – a profissão está entre as mais promissoras.

Segundo Gláucio Gonçalves, arquiteto e fundador do Espaço Brasileiro de Arquitetura, quem pretende trabalhar na área precisa identificar a especialidade de atuação ainda no curso universitário, que dura de quatro a cinco anos. O salário inicial do arquiteto varia de R$ 2 mil a R$ 4,5 mil.

Habilidade em desenho, autoconhecimento e sensibilidade para entender os desejos do cliente estão entre as competências mais requisitadas. O arquiteto deve ainda ater-se às tendências e às demandas do mercado. “Atualmente a sustentabilidade na área de Arquitetura é mais que uma tendência, é uma necessidade”, destaca Gonçalves.

Assista a entrevista concedida ao Empregos.com.br:

Se interessou pela profissão de arquiteto? Faça uma busca de vagas!

PROJETO JOVENS PROFISSIONAIS

03/02/2011

Inscrições para participar da 11ª edição do projeto Jovens Profissionais vão até 28 de fevereiro; Inclusão de estudantes e recém-formados no mercado de trabalho é o foco do programa.


Encontrar um emprego na área de atuação é uma das grandes dificuldades que estudantes e recém-formados enfrentam. Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Educação (MEC) revela que, apenas em 2008, 5.843.322 pessoas se matricularam em cursos superiores, porém nem sempre há vagas de emprego suficientes para os alunos que concluem o curso. O JOVENS PROFISSIONAIS, que neste ano realiza a sua 11ª edição, é um programa social que contribui para a inclusão dos mesmos no mercado de trabalho, gratuitamente.
Inscrição
As inscrições para participar do JOVENS PROFISSIONAIS de 2011 se encerram no dia 28 DE FEVEREIRO e são realizadas pelo site www.jovensprofissionais.com.br, onde também é possível encontrar informações sobre as diferentes categorias (design de interiores, artes, paisagismo, patrimônio e memória) voltadas à profissionais, e a categoria estudante. Os interessados devem enviar o portfólio, contendo fotos e desenhos dos trabalhos desenvolvidos de acordo com o regulamento de cada categoria.

O JOVENS PROFISSIONAIS impulsiona estudantes e graduados para o início de sua atuação profissional, já que, além da publicação no site, distribui o currículo para 10 mil clientes potenciais. O processo de seleção consiste em várias etapas, todas gratuitas aos participantes, e vai desde a análise do portfólio por um renomado  júri, até a montagem de uma instalação nas áreas comuns ou no  interior das lojas do Shopping Lar Center, em São Paulo. Os ambientes dos  profissionais e estudantes selecionados serão fotografados e passarão a integrar a publicação Jovens Profissionais 2011, com tiragem de 10 mil  exemplares distribuídos gratuitamente para lojistas, consumidores,  profissionais da área e empreendimentos imobiliários. Ao final, os vencedores recebem um certificado de participação. Participar desde projeto é uma experiência única, mesmo para aqueles que não atingem as etapas finais, pois têm a oportunidade de demonstrar na prática com o aval dos melhores profissionais do mercado, o seu potencial.

O projeto JOVENS PROFISSIONAIS é realizado pela DEMAIS EDITORA e tem  patrocínio exclusivo do LAR CENTER.


%d blogueiros gostam disto: