Posts Tagged ‘dica’

Cinco dicas para melhorar a produtividade no trabalho

31/05/2011

Priorização de tarefas, organização e planejamento são medidas essenciais para um bom rendimento profissional.

Por Rômulo Martins

Cinco dicas para melhorar a produtividade no trabalhoVocê está com uma pilha enorme de trabalho e a cada dia chegam mais tarefas. Ainda assim seu chefe não alivia. Para alcançar os objetivos da empresa desafia você com metas e mais metas. Como manter a produtividade diante de tantos afazeres? O Empregos.com.br conversou sobre o tema com especialistas. Confira as dicas.

1. Faça um planejamento semanal
Segundo Marco Fabossi, coach e especialista em gestão do tempo e produtividade, para manter a produtividade no trabalho e enfrentar a diversidade de tarefas do dia a dia, é necessário dedicar tempo ao planejamento semanal. “Não é preciso mais que 15 minutos no final de semana, ou na sexta-feira. Só não deixe para planejar a semana na segunda, isso não funciona.”

No planejamento devem ser inclusas todas as atividades da semana, sejam pessoais ou profissionais, diz Fabossi. A recomendação é planejar aproximadamente 70% do tempo, deixando os outros 30% para contingências e urgências.

Leia mais…

O QUE ESCREVER NO CURRÍCULO PARA ATRAIR O RECRUTADOR?

20/01/2011

Destacar a formação e a experiência profissional é mais eficaz que utilizar chavões como espírito de equipe e foco em resultados.

Por Rômulo Martins

O que escrever no currículo para atrair o recrutadorNa ânsia por fisgar o recrutador grande parte dos profissionais recorre a expressões que viraram clichês no mundo corporativo. O Linkedin, rede de relacionamento profissional, divulgou recentemente os 10 termos mais utilizados nos perfis dos brasileiros em 2010. São eles: dinâmico, ampla experiência, inovador, motivado, proativo, focado em resultados, empreendedor, trabalho em equipe, multitarefado, valor agregado.

Para o especialista em carreira Lindsey Pollak, “expressões como ‘ampla experiência’ e ‘experiência comprovada’ podem parecer vazias para um empregador potencial e prejudicar mais do que ajudar um perfil ou currículo”. Segundo ele, “o melhor é destacar anos de experiência, conquistas e resultados, como um aumento significativo nas vendas.”

Matilde Berna, diretora de transição e gestão de carreiras da Right Management, afirma que um currículo, para chamar a atenção do selecionador, deve exibir a história profissional de maneira estratégica. “O importante não é a quantidade de informações, mas as informações estratégicas.”

Seria irrelevante para o diretor de uma empresa, por exemplo, destacar experiências de estágio. “A informação deve ser coerente ao contexto profissional. É fundamental informar no currículo os resultados obtidos ao longo da carreira”, diz Matilde.

Na visão de Giuliana Hyppolito, consultora de recursos humanos da DMRH, na busca por uma vaga de emprego vale mencionar características pessoais valorizadas pelo mercado, mesmo que este não seja o principal foco do currículo.  Leia mais…

DICA DE LEITURA – 51 ATITUDES ESSENCIAIS PARA VENCER NA VIDA E NA CARREIRA

21/12/2010
51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira
Autor: Carlos Hilsdorf
Editora: Clio Editora
Páginas: 110
Preço: R$14,90 

Comprar livro

Quem não deseja ter uma carreira bem sucedida? Conquistar um bom emprego ou até mesmo ser promovido na empresa?
Todos querem vencer!

A felicidade e o sucesso na carreira profissional dependem fundamentalmente de decisões que tomamos ao longo da vida. Porém, somente decidir não basta. É preciso ter atitude. Atitude é o que define, o que abre caminhos, o que faz a diferença. Muitos podem fazer escolhas iguais, mas somente aqueles com atitude chegarão ao objetivo almejado. Este livro é um guia para vencedores. Um livro para pessoas que estão dispostas a percorrer o caminho do autoconhecimento e da autorrealização.

São 51 atitudes essenciais para vencer na vida e na carreira, dentre elas: ética, proatividade, flexibilidade, criatividade, empatia, disciplina, assertividade,  autoconfiança, inovação, comunicação, produtividade, liderança e muito mais.

O livro “51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira”, de Carlos Hilsdorf, está entre os mais vendidos do Brasil, segundo a Revista VEJA.

CURRÍCULO NA INTERNET

19/11/2010

Prático e amigo do meio ambiente documento on-line conquista as empresas que abolem os arquivos de papel. Aprenda a preparar o seu.

Por Rômulo Martins

Currículo na internetRecorrer ao arquivo de papel para encontrar profissionais é coisa do passado. A busca por candidatos hoje é feita, grande parte, na internet. Segundo pesquisa realizada pela consultoria Robert Half em 13 países a cada cinco empresas brasileiras, uma utiliza o meio digital e as redes sociais para selecionar candidatos. Ainda de acordo com o levantamento, o Brasil se tornou o país com os processos seletivos mais rápidos.

Para Tais Targa, manager partner da TTarga Career Consulting, a praticidade e o conceito de sustentabilidade fazem as organizações migrarem para o meio on-line. “As multinacionais e as empresas de grande porte não operam mais com os arquivos de papel. Elas utilizam seus próprios sistemas informatizados para encontrar candidatos”, destaca.

Outra vantagem da internet é a facilidade na atualização do currículo e a padronização do documento. “Os currículos de papel requerem espaço para armazenamento e ficam ultrapassados com frequência. Na internet, em poucos cliques o selecionador utiliza um filtro automático e consegue buscar somente os perfis que são interessantes”, ressalta Guacira Ribeiro, especialista em gestão de recursos humanos pela Fundação Getúlio Vargas.

O meio digital permite ainda mencionar links que remetam ao portfólio ou às redes de relacionamento do profissional. “A maioria dos headhunters (caçadores de talentos) está no Linkedin (rede de relacionamento profissional). Lá eles fazem suas buscas e abordam os profissionais”, afirma Tais.

O currículo na internet, no entanto, tem suas peculiaridades. É importante conhecê-las antes de investir tempo na elaboração do documento on-line. Caso contrário, a dedicação pode ser em vão. O Empregos.com.br dá o passo a passo para você chamar a atenção das empresas no meio digital.

  • 1. Compreenda todos os itens antes de informar seus dados. Cada um tem um propósito diferente. Dica: fique atento às orientações do site;
  • 2. Preencha todas as seções, mesmo as opcionais. Quanto maior o número de informações relevantes, maior a visibilidade. Algumas empresas filtram suas pesquisas em determinados itens do documento;
  • 3. Atualize o currículo sempre que alterar dados pessoais como telefone, e-mail e endereço. Inclua ainda informações novas sobre a carreira como cursos e experiências;
  • 4. Utilize palavras-chave sem economia. É por meio dos termos ligados à área de atuação que as organizações buscam os candidatos. Por isso, são considerados signos fortes;
  • 5. Caso o sistema peça foto, escolha uma imagem de boa qualidade, que mostre apenas o rosto e transmita serenidade;
  • 6. Não esqueça que objetividade, comunicação escrita impecável e destaque nas descrições dos cargos e formação, características do currículo impresso, valem para o meio digital.
  • 7. Cadastre-se apenas em sites confiáveis. Com o amplo uso da internet para recrutar candidatos há uma proliferação de sites de emprego. Nem todos atendem à necessidade do profissional.

ENTREVISTA – 7 DICAS PARA EVITAR GESTOS QUE REVELAM NERVOSISMO

11/08/2010

Preparo e controle emocional são fundamentais para alcançar êxito e transmitir tranquilidade ao entrevistador nesta fase do processo de seleção.

Por Rômulo Martins

7 dicas para evitar gestos que revelam nervosismo e ansiedade na entrevista de empregoBalançar as pernas, mexer os braços exageradamente, tamborilar os dedos, arregalar os olhos, passar as mãos nos cabelos, roer unhas são gestos que denunciam nervosismo e ansiedade e prejudicam sua performance em uma entrevista de emprego. Mais que isso, são sinais de insegurança e refletem, assim, sua condição emocional. Podem, por essa razão, eliminar o candidato em um processo seletivo.

“Ocorre, muitas vezes, de o candidato selecionado não ter tanto talento quanto o concorrente. O grande diferencial, nesse caso, é o quanto o entrevistador sente confiança ao conversar com ele”, explica o consultor organizacional Eduardo Shinyashiki.

“O esperado é que, mesmo diante da ansiedade, o candidato tenha autocontrole e equilíbrio. Caso isso não ocorra, será notado pela expressão corporal. Os gestos são reflexos do nosso estado emocional”, atesta Stefania Giannoni, consultora e headhunter especialista no desenvolvimento de pessoas.

Confira dicas dos consultores para evitar gestos inapropriados no cara a cara com o entrevistador:

1. Controle a respiração
A respiração profunda e suave massageia os órgãos e ativa o sistema circulatório dando a sensação de prazer e serenidade. Respiração curta e rápida, ao contrário, transmite medo, insegurança.

2. Ative uma imagem mental positiva
Este exercício é um recurso da neurociência que consiste em construir no cérebro a imagem de um fato que ainda está por acontecer. Dessa forma, antes da entrevista, o candidato já se imagina diante do selecionador e se submete às regras de etiqueta corporativa como se estivesse passando pela situação. É uma atividade de concentração, preparo. Diante do entrevistador a sensação será de déjà vú.

3. Antes de falar, ouça
Saiba o que o selecionador quer ouvir de você; responda ao que ele está perguntando. Na ânsia de falar o candidato pode transmitir conteúdos irrelevantes para o momento, afirmam consultores empresariais. O ideal é interagir com o entrevistador.7 dicas para evitar gestos que revelam nervosismo e ansiedade na entrevista de emprego

4. Seja empático
Quando assistimos a um filme em que o sofrimento da (s) personagem (ns) é constante emocionamo-nos. Isso ocorre porque a cena, mesmo fictícia, ativa em nosso cérebro as áreas responsáveis pela emoção. Cria-se uma empatia com as personalidades da tela. Na entrevista de emprego, do mesmo modo, perceba o movimento do entrevistador e acompanhe-o de forma parecida.

5. Olhe nos olhos do entrevistador
A sintonia com o olhar é fundamental; não desvie os olhos do entrevistador. Demonstre total atenção ao que ele diz. Faça-se presente.

6. Comunique-se adequadamente
A fala deve acompanhar o gestual e vice-versa. Fale de modo claro e ponderado. Tenha cautela: não queira passar o máximo de conteúdo em tempo inábil. Selecione as informações mais importantes. Transmita suas ideias de forma articulada.

7. Prepare-se para a entrevista
Simular uma entrevista de emprego com um parente ou amigo pode ser uma maneira eficaz de alcançar a excelência no contato com o selecionador. É importante conhecer ainda suas habilidades e competências e saber transmiti-las verbalmente.

Cuidado com a robotização
Preparo é fundamental, mas é preciso cautela para não deixar de ser você e encarnar um personagem, adverte a consultora Stefania Giannoni. Segundo ela, o candidato deve agir com naturalidade, ter postura firme e sentar-se adequadamente. “Alguns indícios como dilatação da pupila, suor e rubor das faces podem nos dar subsídios para saber se a pessoa está falando ou não a verdade. As pessoas não conseguem simular por muito tempo.”

OS MANDAMENTOS DA DINÂMICA DE GRUPO

16/06/2010

Saiba o que fazer para melhorar o seu desempenho em uma das etapas mais temidas dos processos de seleção.

Por Rômulo Martins

Os Mandamentos da Dinâmica de GrupoAcredite! Todas aquelas “brincadeiras” em equipe utilizadas nas dinâmicas de grupo, como encher balões, construir algo com peças de lego etc, que muitos candidatos pensam ser uma bobagem ou perda de tempo e que podem eliminar você de um processo seletivo, têm um sentido e uma finalidade. Os joguetes, aliás, não têm nada de genuíno.

As dinâmicas ou jogos são escolhidos estrategicamente conforme as características ou competências que se quer observar dos candidatos, afirmam consultores empresariais. Esses exercícios têm o intuito de mostrar como o candidato age e reage a situações do cotidiano. Podem estar ligados inclusive ao segmento de um negócio e aos produtos fabricados por dada companhia.

“Como diz o nome, as dinâmicas revelam a dinâmica (atitude, comportamento) de cada indivíduo perante um grupo de pessoas. Além disso, induzem a situações próximas ao cotidiano da empresa, estimulando o candidato a agir de forma transparente, o que vai permitir a observação dos seus conhecimentos técnicos e do seu verdadeiro ‘eu’”, afirma Izabel Failde, consultora de carreira.

Izabel e o professor Aguinaldo Neri, ambos especialistas em psicologia organizacional, ajudaram o Empregos.com.br a elaborar um guia para orientar você a como se preparar para uma das fases mais temidas dos processos de seleção. Integra o conteúdo, o modo ideal de se comportar em uma dinâmica e recomendações de como melhor aproveitar a experiência vivenciada nesta etapa. Confira:

Prepare-se

Mostre suas Habilidades

Saiba Como se Portar

Autoestima ao Término do Processo

DICA DE LEITURA PARA SUA CARREIRA

13/05/2010
Seja ouvido! Como fazer o público comprar suas ideias Seja ouvido! Como fazer o público comprar suas ideias
Autor: Mark Magnacca
Editora: Gente
Páginas: 144
Preço: R$39,90

Comprar livro

Livro traz passos práticos que ensina o leitor de como se comunicar de maneira eficaz e construir melhores interações nos negócios e na vida pessoal.

Sempre que você procura vender um produto ou um serviço, ou procura persuadir alguém sobre alguma coisa, existe uma simples pergunta que precisa ser respondida: Como o que você oferece pode ser interessante para seu interlocutor? Estamos acostumados a usar a comunicação sempre falando de nós, de nossos produtos, do que queremos que aconteça. Mark Magnacca mostra que é preciso mudar: parar de falar tanto de nós e buscar conhecer as necessidades dos que nos rodeiam.

Em “Seja Ouvido! – Como fazer o público comprar suas ideias”, lançamento da Editora Gente, o autor apresenta e ensina técnicas inovadoras de comunicação levadas para milhares de profissionais em todo o mundo. Elas ajudam a vender mais, a desenvolver seu negócio, a melhorar seu relacionamento, e a fazer com que você se torne indispensável apesar de uma conjuntura econômica em constante mudança.

Magnacca pretende com o livro ensinar ao leitor responder e inquirir sempre com um “E daí?”. A comunicação precisa responder aos anseios de seu público, mas não basta comunicar, é necessário ter plena certeza que está atingindo seu objetivo com a mensagem que quer passar: “Ao utilizar a “mentalidade e daí” para esclarecer seu pensamento, você conseguirá comunicar aquilo que mais interessa à sua audiência baseado no que quer realizar”, ressalta.

Neste livro, o autor apresenta técnicas práticas, exemplos e exercícios testados na prática com milhares de profissionais de vendas. Ele é a chave do sucesso para construir melhores interações nos negócios e na vida pessoal.

Sobre o autor: Mark Magnacca formou-se em administração pelo Babson College. É fundador e presidente do Insight Development Group. Renomado palestrante e consultor, seu trabalho é citado frequentemente no The New York Times, USA Today e na CNN’s MoneyLine. Por meio de suas técnicas de comunicação, tem ajudado milhares de empreendedores, profissionais de vendas e executivos a adotarem uma postura diferente e a tornarem-se comunicadores eficazes.

10 DICAS PARA FAZER UMA CARTA DE APRESENTAÇÃO

13/04/2010

por Camila Micheletti

Você está à procura de emprego e de repente descobre que, justamente aquele anúncio pelo qual se interessou pede que seja enviada uma carta de apresentação junto com o currículo. E agora, o que fazer?

Redigir uma carta de apresentação é mais fácil do que aparenta. É só seguir algumas regras básicas para não se perder no meio do caminho:

1. A carta de apresentação serve, principalmente, para currículos enviados pelo correio, quando há necessidade de informar a pretensão salarial. Cabe também para apresentar o profissional – no caso de uma indicação, por exemplo.

2. Coloque sempre o nome e o cargo da pessoa – ou o departamento – para quem você vai enviar a carta.

3. Ao contrário do currículo, que não deve ser assinado, na carta deve ter sua assinatura no final.

4. A primeira impressão sempre é a que fica. Portanto, tenha atenção redobrada para o vocabulário e o tom que você vai adotar no texto.

5. Não esqueça de colocar o nome da empresa (tenha certeza de que ele está correto). Isso mostra que você sabe com quem está falando.

Mais dicas? Modelos de carta? Acesse agora o nosso site e confira! Clique aqui!

CINCO FORMAS DE PERDER O CONTROLE DA SUA AGENDA

22/10/2009

agenda

Por Christian Barbosa*

 Saber a maneira correta de administrar a sua agenda é fundamental, mas entender aquilo que faz com que você perca o controle das atividades é o primeiro passo. Afinal, é preciso antes identificar o problema para depois solucioná-lo.Pensando dessa forma, para garantir que uma gestão do tempo tenha sucesso, com as tarefas separadas e cumpridas de acordo com a sua importância, se torna necessário uma avaliação crítica dos métodos que você utiliza para se organizar.

Porém, isso deve ser levado como uma forma de experimentação a fim de se saber quais são seus pontos produtivos e improdutivos. Porque gestão do tempo pessoal não tem receita a ser seguida, mas sim orientações de como encontrar o caminho para administrar melhor as atividades ao longo dos dias. Uma boa maneira de começar a mudança é descobrir quais os métodos que atrapalham a gestão. Abaixo, listo cinco deles que não levam à organização.

  1. Não anotar suas demandas – Se você faz gestão de tempo por memória, é provável que as urgências e esquecimentos tornem-se rotineiros. Isso porque é muito mais fácil e assertivo planejar algo que se consiga visualizar claramente e, assim, desenhar sua estratégia para execução. Faça o que chamo de “Seção Descarrego”, tire tudo da cabeça e escreva o que deve ser feito na agenda ou computador, como for de sua preferência;
  2. Lotar a segunda-feira – Uma segunda-feira mal planejada é a chave para estragar o restante da semana. Se você perder o controle das suas atividades no primeiro dia e não recuperar na terça-feira, dificilmente conseguirá manter o planejamento semanal. Além do que, você pode ter o sentimento de improdutividade por não ser capaz de finalizar tudo o que pretendia;
  3. Planejar o dia – O dia não deve ser planejado, já é tarde demais para fazer isso, ele deve ser priorizado! O planejamento é antecedência, isso significa que você deve pensar nas suas atividades, no mínimo, dos próximos 3 dias, caso contrário será quase impossível reduzir as urgências previsíveis;
  4. Trabalhar por E-mail – Quem paga seu salário não é o seu servidor de mensagens eletrônicas, logo, não trabalhe para ele. Quem define a sua rotina é você mesmo, e não as demandas que chegam pela Internet. É um grande erro ficar com o correio eletrônico aberto o tempo todo, por isso estipule alguns horários por dia para verificar a sua caixa;
  5. Usar o calendário para anotar tarefas – Seu dia possui tarefas (tem um dia específico para serem executadas, mas não um horário pré-determinado) e compromissos (ficam na agenda e tem hora de início e término). Dessa forma, a adoção de um calendário não é uma boa alternativa. Isso porque este método não foi feito para agendar atividades ao longo do dia muito e muito menos para realocá-las em casos de furo.

Com estes cinco exemplos, reitero que os métodos errados podem arruinar uma agenda realmente eficaz. Não basta apenas focar no que uma boa gestão do tempo trará de benefícios, é importante, antes, verificar quais os meios adequados para chegar até ela e quais aqueles que devem ser evitados.

*Christian Barbosa – Maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é fundador da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo e Você, Dona do Seu Tempo, Estou em Reunião e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro.


%d blogueiros gostam disto: