Posts Tagged ‘Primeiro Emprego’

PRIMEIRO EMPREGO

18/03/2011

Dicas sobre currículo, como se comportar e qual roupa vestir na entrevista.

Por Rômulo Martins

Primeiro EmpregoÉ natural surgirem diversas dúvidas na procura do primeiro emprego. As questões de quem não possui experiência profissional abrangem desde a elaboração do currículo até o que responder na entrevista de emprego ou qual roupa vestir. Para resolver as principais dificuldades dos jovens que estão em busca da primeira oportunidade profissional o Empregos.com.br consultou Ricardo Fera, especialista em gestão estratégica de recursos humanos, e Caio Infante, diretor de marketing e novos negócios da Fellipelli. Confira as dicas dos especialistas.

O que escrever no currículo
Segundo Caio, além dos dados pessoais, o candidato deve mencionar a escolaridade, cursos extracurriculares ou profissionalizantes realizados ou em curso, trabalhos voluntários. “É importante colocar também as características pessoais, isto é, habilidades como comunicativo e organizado.”

Estudantes universitários devem citar os projetos acadêmicos dos quais participa ou participou, ressalta Ricardo.

O que pôr no “objetivo profissional”
Quem está à procura do primeiro emprego já deve ter em mente o que deseja para sua carreira. “Colocar que pretende adquirir conhecimento em determinada área que se identifica e gosta, afinal é preciso buscar uma profissão na qual se tem habilidade e prazer em atuar”, diz Caio Infante, da Fellipelli.

O objetivo profissional precisa estar em destaque no currículo para facilitar a busca do recrutador na hora de selecionar candidatos. “O objetivo é uma área de atuação e não um cargo”, explica Ricardo Fera, especialista em RH. Exemplos: área comercial; área de atendimento ao público, área de T.I.

Como espalhar o currículo
As opções são diversas. A própria internet, desde que utilizada com cuidado, é uma ferramenta rica e acessível para enviar currículo. Procure sites de emprego confiáveis ou cadastre-se nos portais das próprias empresas, na seção “Trabalhe conosco”, recomendam especialistas. Outras alternativas são as consultorias de recursos humanos ou agências especializadas.

“Procure informações sobre a empresa antes de enviar seu currículo. Se você é contra a violência, não o envie para uma fábrica de armas”, orienta Ricardo Fera.

Qual roupa vestir na entrevista de emprego
O ideal é usar trajes formais e em tons mais sóbrios. “Mesmo empresas que adotam em seu dia a dia vestimentas informais consideram as formais corretas”, diz Caio Infante, da Fellipelli.

O especialista em RH Ricardo Fera recomenda o uso de traje escuro da cintura para baixo e claro da cintura para cima. “Se os profissionais do cargo pretendido usar terno poderão vestir-se assim. Já se é para função na qual se usa uniforme, não vá de terno à entrevista.”

Evite: gorros, minissaias, camisetas, sapatos muito gastos, roupas muito estampadas ou brilhantes, largas ou apertadas demais. Jamais use tênis, sandálias ou sapatos muito abertos na entrevista de emprego. Cuidado para não se apresentar com as roupas amassadas ou suadas. Excessos de maquiagem e perfumes são reprovados.

Como se comportar e o que responder na entrevista
Chegue ao local da entrevista com 20 minutos de antecedência. Se não puder comparecer, ligue desmarcando algumas horas antes. Ao entrar na sala, sente-se de maneira confortável, sem excessos. Não coloque suas coisas na mesa do entrevistador; coloque-as em cima das pernas ou no chão.

“Responda as perguntas de maneira clara e objetiva, evitando que elas sejam curtas ou longas demais. Se não souber responder a algum questionamento seja sincero, não fique inventando. Trate o entrevistador de maneira formal, olhe-o e ouça-o com atenção”, ensina Caio Infante. Ele recomenda ainda levar o currículo impresso e atualizado no dia da entrevista.

“Lembrando que a empresa está contratando a sua força de trabalho e solução, e não os seus problemas e vida pessoal”, diz Ricardo Fera. “Por isso tenha prontas as respostas para as seguintes perguntas: Por que devo contratar você?; Como poderia ser útil à empresa contratante?”, ressalta o especialista.

Anúncios

PROGRAMA INSERE JOVENS NO MERCADO DE TRABALHO E JÁ POSSIBILITA O SURGIMENTO DE MICRO EMPRESAS

19/11/2010


Feira apresenta novos talentos aos empresários da região
.

Com um índice de empregabilidade de 62%, os cursos profissionalizantes da Liga Solidária são o primeiro passo para que moradores da periferia da zona oeste entrem no mercado de trabalho ou consigam abrir o seu próprio negócio. O programa Qualificação Profissional, que atende 200 jovens entre 15 e 24 anos, oferece cursos de assistente administrativo, suporte técnico em informática, gastronomia, cabeleireiro e design gráfico. As aulas acontecem no período da manhã e da tarde.

A maior parte da carga horária é destinada à aula prática e seu conteúdo é desenvolvido de acordo com as exigências do mercado. “Os cursos que oferecemos são sempre atualizados para que possamos acompanhar as tendências e formar profissionais que tenham o perfil exigido”, afirma Neide Cavalcante, coordenadora do programa.

Um diferencial é a aula de formação humana. É muito comum que jovens, mesmo com um bom preparo técnico, não consigam se manter no mercado por não saber se relacionar no ambiente de trabalho. “Neste momento trabalhamos o desenvolvimento das habilidades humanas, mostrando que ele precisa se adaptar à cultura da empresa e entender o que ela precisa”, conclui Neide. Os inscritos farão uma entrevista e provas de matemática e português.

Serviço
Datas: 23,24 e 25 de novembro de 2010
Local: Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 5985
São Paulo – SP
Horário: 08h00 às 11:00 e 13h00 às 16h00

Documentos necessários (xerox)
Foto 3×4 recente
RG e CPF do candidato
RG e CPF do responsável (para menores de 18 anos)
Comprovante de residência com CEP
Comprovante escolar

 

Liga Solidária
É uma organização social sem fins lucrativos criada há 87 anos. Atualmente, atende por dia 3.400 crianças, jovens e adultos em situação de risco social e beneficia 13.600 mil pessoas indiretamente. A ONG desenvolve programas sociais de educação e cidadania no distrito Raposo Tavares, na periferia da Zona Oeste do município de São Paulo, e em outros três bairros da Capital (Saúde, Ipiranga e Pinheiros). O seu atendimento social é realizado por profissionais e voluntários e envolve 8 Centros de Educação Infantil, 5 Abrigos e 8 Programas Socioeducativos. Foi considerada uma das 10 ONGs mais eficientes de São Paulo (Veja São Paulo – dez 2008)

Programa insere jovens no mercado de trabalho e já possibilita o surgimento de micro empresas

Feira apresenta novos talentos aos empresários da região

Com um índice de empregabilidade de 62%, os cursos profissionalizantes da Liga Solidária são o primeiro passo para que moradores da periferia da zona oeste entrem no mercado de trabalho ou consigam abrir o seu próprio negócio.

O programa Qualificação Profissional, que atende 200 jovens entre 15 e 24 anos, oferece cursos de assistente administrativo, suporte técnico em informática, gastronomia, cabeleireiro e design gráfico. As aulas acontecem no período da manhã e da tarde.

A maior parte da carga horária é destinada à aula prática e seu conteúdo é desenvolvido de acordo com as exigências do mercado. “Os cursos que oferecemos são sempre atualizados para que possamos acompanhar as tendências e formar profissionais que tenham o perfil exigido”, afirma Neide Cavalcante, coordenadora do programa.

Um diferencial é a aula de formação humana. É muito comum que jovens, mesmo com um bom preparo técnico, não consigam se manter no mercado por não saber se relacionar no ambiente de trabalho. “Neste momento trabalhamos o desenvolvimento das habilidades humanas, mostrando que ele precisa se adaptar à cultura da empresa e entender o que ela precisa”, conclui Neide.

Novas inscrições:

Datas: 23,24 e 25 de novembro de 2010

Local: Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 5985

Horário: 08:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00

Documentos necessários (xerox)

Foto 3×4 recente

RG e CPF do candidato

RG e CPF do responsável (para menores de 18 anos)

Comprovante de residência com CEP

Comprovante escolar

Os inscritos farão uma entrevista e provas de matemática e português

A Liga Solidária é uma organização social sem fins lucrativos criada há 87 anos. Atualmente, atende por dia 3.400 crianças, jovens e adultos em situação de risco social e beneficia 13.600 mil pessoas indiretamente. A ONG desenvolve programas sociais de educação e cidadania no distrito Raposo Tavares, na periferia da Zona Oeste do município de São Paulo, e em outros três bairros da Capital (Saúde, Ipiranga e Pinheiros). O seu atendimento social é realizado por profissionais e voluntários e envolve 8 Centros de Educação Infantil, 5 Abrigos e 8 Programas Socioeducativos. Foi considerada uma das 10 ONGs mais eficientes de São Paulo (Veja São Paulo – dez 2008)

PRIMEIRO EMPREGO – DICAS PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO

02/09/2010

Confira o passo a passo para escolher uma profissão e conquistar a primeira oportunidade profissional.

Por Rômulo Martins

Primeiro emprego - 10 dicas para quem está começandoDeixar para pensar em trabalho após a conclusão do ensino médio ou do curso de graduação não é uma boa ideia para quem deseja começar a vida profissional com o pé direito. Ingressar no mercado de trabalho requer planejamento. Primeiro é preciso se conhecer bem, depois atentar-se às possibilidades que o mercado oferece e, por último, traçar um plano de carreira claro e assertivo baseado nos anseios pessoais aliados às oportunidades reais para alcançar metas e objetivos.

Claudia Barone, coordenadora do Programa Preparação para o Trabalho, mantido pela organização não-governamental Ação Comunitária, dá as dicas.

1. Pesquise a área
Antes de escolher uma profissão pesquise sobre todas as carreiras existentes no mercado de trabalho. Recorra a fontes confiáveis como jornais, revistas, livros, TV, internet e à opinião de profissionais da área.

2. Conheça a universidade
Se optar pela graduação visite antes a universidade. Verifique qual a grade curricular do curso e analise se as disciplinas atende as suas expectativas. Converse com os professores.

3. Conheça a empresa
Saiba como é a rotina organizacional e o dia a dia dos profissionais. Seja curioso, tire todas as suas dúvidas a respeito da profissão que pensa seguir. Colha depoimento dos profissionais.

Leia mais…

INTERNAUTA PERGUNTA: QUERO MEU PRIMEIRO EMPREGO – O QUE FAÇO?

27/07/2010

Pergunta:
Hoje o que as empresas esperam de um aspirante ao primeiro emprego? Quais conhecimentos ou informações precisamos ter independente da área de atuação? Agradeço a atenção.

Ana Paula Takami

Resposta

Prezada Ana Paula,

Quando uma empresa seleciona um candidato ao Primeiro Emprego, na maioria das vezes está preocupada muito mais como potencial que aquela pessoa demonstra e efetivamente tem do que com conhecimentos e/ou experiência. Um jovem raramente consegue congregar muita vivência, então a empresa tenta explorar numa entrevista de seleção a formação que o candidato eventualmente tenha, cursos que fez, mas também seu jeito de ser, sua atitude frente às questões do dia-a-dia, seu relacionamento interpessoal, sua capacidade de se adaptar às mudanças rápidas do dia de hoje e sua flexibilidade. Tudo isso junto certamente darão à empresa componentes para decidir se a pessoa tem o perfil que se encaixa às necessidades e à cultura dela naquele momento.

Elaine Saad


%d blogueiros gostam disto: