Posts Tagged ‘qualidade de vida’

PROGRAMA DE ESTÍMULO

28/10/2009

Qualidade de VidaAtividade física significa mais disposição e rendimento no trabalho, segundo especialista da Unifesp.

Por Rômulo Martins

Está bem estabelecido na literatura: o exercício físico melhora o humor e facilita os processos cognitivos como a atenção, a memória e a função executiva. A afirmação é da coordenadora do Núcleo de Qualidade de Vida da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Denise Diniz.

Para Denise o exercício físico funciona como um dos elementos de estímulo ao profissional, pois alivia as tensões e o estresse contraído no trabalho. Realizado de modo adequado, a prática melhora também a concentração.

Não por acaso, o tema qualidade de vida está cada vez mais presente nas organizações. Os resultados da atividade física na produtividade significam para as empresas menos custo e sustentabilidade. Para o trabalhador, mais disposição e rendimento. Veja mais…

AS N MANEIRAS DE COBRAR PRODUTIVIDADE

10/09/2009

3d blue Diagram with arrow

Trabalhar cerca de 10 a 12 horas diárias exige das organizações programas de qualidade de vida para seus colaboradores

Por Paulo Chebel*

O primeiro tema a ser discutido antes da implantação de programas de qualidade de vida em uma empresa é identificar o que é a qualidade de vida para a empresa e colaboradores, e se a gestão está preparada para esta mudança. Muito é falado sobre qualidade de vida, principalmente no ambiente corporativo, e todas as ações devem levar ao mesmo objetivo: melhorar o bem-estar do colaborador. Por que? Porque o bem-estar do colaborador é diretamente proporcional à sua produtividade e por conseqüência melhora os resultados da organização, em todas as perspectivas: financeira, do cliente, processos operacionais e do aprendizado, usando como base o Balanced Scoredcard , por exemplo.

Existem duas grandes frentes de trabalhos a serem endereçadas pelas empresas que queiram promover a Qualidade de Vida no ambiente empresarial. A primeira frente é a parte física, em que se deve entender as necessidades dos colaboradores, e a segunda é a parte psicológica. Estas frentes são complementares seguindo a hierarquia das necessidades de Maslow, composta por cinco necessidades fundamentais: fisiológicas, segurança, amor, estima e auto-realização.

As empresas devem implantar os programas de qualidade de vida pensando em seus colaboradores, incluindo neste conceito todos os níveis hierárquicos da organização, e para isso deverão contar com várias iniciativas, pois as necessidades mudam de acordo com o grupo de trabalho, departamento, localização física, entre outros aspectos. Por exemplo, ginástica laboral para um departamento de televendas é muito importante para evitar lesões por esforço repetitivo (LER), para operadores de máquinas (ex. empilhadeira) o EPI – Equipamentos de Proteção Individual – passa a ser mais importante, ou até obrigatório em alguns casos.

Enfim, as necessidades fisiológicas e de segurança são as mais fáceis de serem atendidas, pois são necessidades básicas e na grande maioria é algo tangível: conforto no ambiente de trabalho (ergometria), alongamento e massagem (para aliviar estresse físico), áreas de relaxamento, melhor transporte, refeitórios atrativos (boa comida e visual), etc. Vemos com freqüência muita dedicação nas áreas básicas e muito pouco nas áreas que envolvem o estado emocional das pessoas (amor, estima e auto-realização). Não podemos esquecer que somos formados por um conjunto de elementos que devem estar em harmonia para estarmos bem. Assim, é muito importante, após ter atendido às necessidades básicas, investir maciçamente em programas motivacionais para garantir ao colaborador o estímulo e vontade de trabalhar.

Estes programas devem considerar o plano de carreira, comissão ou bônus, desenvolvimento humano (treinamento e capacitação), RECONHECIMENTO e, Veja mais…

MEDICINA PREVENTIVA É O SEGREDO PARA RETARDAR O ENVELHECIMENTO

21/08/2009

medicina preventiva

Já foi o tempo que consultar um geriatra era somente para os idosos. A partir dos 30 anos já é possível fazer um acompanhamento com exames para identificar se a pessoa está carente de vitaminas ou se está acelerando o envelhecimento.

A má qualidade de vida (estresse, sedentarismo, alimentação errada, poluição) leva o jovem a adquirir doenças muito precocemente, como obesidade, colesterol acima do normal, diabetes, pressão alta, cardiopatias, entre tantas outras.

A geriatria preventiva trata o paciente como um todo. Checa sua saúde física e mental, verifica a condição da pele, os hábitos alimentares, indica formas de relaxamento, exercícios, trata o paciente com medicina complementar, como ortomolecular e acupuntura, por exemplo, e adota a medicina estética.

Manter-se jovem, tanto fisicamente quanto mentalmente, é sem dúvida um dos principais motivadores de cirurgias plásticas e dietas milagrosas, mas segundo a médica endocrinologista e geriatra Dra. Maria do Carmo Sobral Lins “Uma aparência jovial é conquistada com muito esforço, exercícios diários e alimentação saudável. Quem faz uma alimentação variada e equilibrada está no caminho certo. É bom lembrar que as substâncias benéficas para o organismo são encontradas em supermercados e feiras livres e não na farmácia”, explica.

O tratamento preventivo prescreve vitaminas e mudanças nos hábitos alimentares desenvolvendo cardápios mais ricos com a finalidade de suprir as necessidades orgânicas buscando proteger assim o coração, o cérebro, a memória e os ossos, entre outros. “Problemas relacionados à memória podem ser evitados quando a dieta é rica em ácidos graxos Omega 3 (peixes, com o salmão) e ferro. Já os ricos em ácido fólico (feijão, espinafre, brócolis) ajudam a prevenir doenças cardíacas”, comenta a médica.

Neste tipo de acompanhamento, a preocupação com o aspecto da pele e seu envelhecimento também é muito frequente. “O tratamento auxilia na regeneração dos tecidos, indicando nutrientes que atuam como antioxidantes (betacaroteno, selênico, vitamina E e C) que protegem as células, mas é preciso cuidados básicos como usar filtro solar diariamente, sabonetes e cremes específicos para cada tipo de pele”, esclarece.


%d blogueiros gostam disto: