Posts Tagged ‘Qualificação’

TRAMPOLIM PARA O SUCESSO PROFISSIONAL

12/01/2011

Os cursos online ganharam força nos últimos anos e são considerados ótimas alternativas de qualificação para ajudar na conquista de um bom emprego.

Por Dionisio Alexandrini Neto

Trampolim para o sucesso profissionalA capacidade de adequação do profissional às novas necessidades do mercado de trabalho é chamada de “empregabilidade”. Quem almeja uma boa posição na carreira ou deseja se manter atualizado precisar traçar metas e entender o que as empresas buscam.

O currículo é o “cartão de visita” do candidato e não basta ser bem redigido, organizado e bem formulado. É evidente também que o histórico profissional, bem como a formação acadêmica são importantes, mas os empregadores querem mais. Estudo realizado por uma consultoria de RH revelou que cursos complementares devem ser citados na primeira página de um currículo, pois indica que a pessoa investe no autodesenvolvimento.

Portanto, cabe ao candidato entender que os recrutadores dão bastante importância para esse item. Fazer uma auto-avaliação a fim de buscar melhorias em seu perfil é primordial.

Pensando nisso, o site Empregos.com.br começou 2011 com uma boa novidade. Além de ter acesso a mais de 150 mil vagas em todo o Brasil, o profissional terá a oportunidade de se manter atualizado, obter um diferencial no currículo e melhorar a empregabilidade. Tudo isso de forma simples, independente do horário e local que a pessoa estiver. Por meio de um computador com acesso à internet, os assinantes poderão realizar cursos online, 100% gratuitos e com certificado.

Dentre as alternativas estão: Digitação Descomplicada; Telemarketing – o passo definitivo; Desenvolvimento Pessoal e Profissional; Língua Portuguesa para seu Dia-a-Dia; Como Fidelizar Clientes e Gestão de Pessoas.

O Curso de Desenvolvimento Pessoal e Profissional, por exemplo, apresenta uma abordagem sobre a importância do autoconhecimento. O aluno vai entender e reconhecer que é preciso divulgar o marketing pessoal e que o treinamento de equipes é fundamental para que o trabalho seja desenvolvido de forma precisa e efetiva, afetando diretamente o crescimento de um negócio/empresa.

O gerente de vagas do site Empregos, Marcio Jesus Moreira, ressalta a importância do candidato se empenhar para melhorar sua formação profissional: “É fundamental que o profissional busque agregar novos conhecimentos e qualificações, pois isso irá abrir oportunidades diversas de trabalho. A opção de cursos online é ainda melhor porque facilita o processo para quem não tem tempo de se locomover até determinado local, além disso, a pessoa pode optar em fazer diversos cursos de uma só vez”.

Atualmente, 200 mil pessoas fazem cursos pela internet e o crescimento anual do formato online no país atingiu a marca de 35%. Nas opções oferecidas pelo site Empregos, o tempo para a realização dos cursos depende do autoaprendizado e dedicação do aluno, mas a média pode variar entre 3 e 10 horas.

Quer saber mais? Clique aqui e acesse agora!

PESQUISAS APONTAM QUE ENCONTRAR BONS PROFISSIONAIS PODE LEVAR ATÉ DOIS MESES

25/11/2010

Na última semana, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, afirmou que o país gerou 200 mil empregos formais no mês de outubro e que poderá nos próximos dez meses gerar mais 2,5 milhões de postos de trabalho.

Algumas consultorias alertam a verdadeira situação do país e apontam a grande dificuldade na contratação de profissionais. ‘Não é novidade que nossa mão de obra ainda não é qualificada para preencher esse número de vagas. O que acontece diariamente na contratação de pessoas é que temos que preencher essas vagas com profissionais que já estão bem posicionados no mercado, gerando um déficit em outras empresas e maquiando o problema estrutural da economia no país’ comenta o consultor Sebastião de Oliveira Campos, diretor da Oliveira Campos Consultoria.

Em tempos normais, o ideal seria que uma vaga de um profissional especializado não demorasse mais do que 20 dias para ter seu processo de recrutamento finalizado. Mas, a cada dia que passa, com o grande crescimento da economia e a demanda crescente por novos profissionais, nem sempre isso é possível. Os trabalhos realizados pelas consultorias muitas vezes são extensos e mesmo com um banco de dados significativo, faltam pessoas qualificadas no mercado.

Recentemente dois relatórios de órgãos da ONU, ‘Relatório do Desenvolvimento Humano’ e ‘Relatório Mundial de Emprego‘, concluíram que só possui chance no mercado quem domina conhecimentos de boa qualidade. E enfatiza que pouco tem a ver com anos de escola, mas sim com conhecimentos que tornam os seres humanos produtivos e criativos.  O consultor ainda ressalta a deficiência na maneira como os profissionais traçam suas carreiras e enfatiza ‘o ideal é que a partir dos 20 anos o indivíduo se questione ‘onde quer chegar’ e levante, por exemplo, quais são os seus 15 pontos positivos e negativos’.

O Estado também precisa investir neste campo, equipando seu povo com conhecimento de alta qualidade, diminuindo a taxa de analfabetismo – 13% de “analfabetos literais” e 29% de “analfabetos funcionais” – e gerando cidadãos capazes de oferecer respostas rápidas às mudanças que ocorrem nos campos do trabalho, economia, política e cultura.

PROGRAMA INSERE JOVENS NO MERCADO DE TRABALHO E JÁ POSSIBILITA O SURGIMENTO DE MICRO EMPRESAS

19/11/2010


Feira apresenta novos talentos aos empresários da região
.

Com um índice de empregabilidade de 62%, os cursos profissionalizantes da Liga Solidária são o primeiro passo para que moradores da periferia da zona oeste entrem no mercado de trabalho ou consigam abrir o seu próprio negócio. O programa Qualificação Profissional, que atende 200 jovens entre 15 e 24 anos, oferece cursos de assistente administrativo, suporte técnico em informática, gastronomia, cabeleireiro e design gráfico. As aulas acontecem no período da manhã e da tarde.

A maior parte da carga horária é destinada à aula prática e seu conteúdo é desenvolvido de acordo com as exigências do mercado. “Os cursos que oferecemos são sempre atualizados para que possamos acompanhar as tendências e formar profissionais que tenham o perfil exigido”, afirma Neide Cavalcante, coordenadora do programa.

Um diferencial é a aula de formação humana. É muito comum que jovens, mesmo com um bom preparo técnico, não consigam se manter no mercado por não saber se relacionar no ambiente de trabalho. “Neste momento trabalhamos o desenvolvimento das habilidades humanas, mostrando que ele precisa se adaptar à cultura da empresa e entender o que ela precisa”, conclui Neide. Os inscritos farão uma entrevista e provas de matemática e português.

Serviço
Datas: 23,24 e 25 de novembro de 2010
Local: Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 5985
São Paulo – SP
Horário: 08h00 às 11:00 e 13h00 às 16h00

Documentos necessários (xerox)
Foto 3×4 recente
RG e CPF do candidato
RG e CPF do responsável (para menores de 18 anos)
Comprovante de residência com CEP
Comprovante escolar

 

Liga Solidária
É uma organização social sem fins lucrativos criada há 87 anos. Atualmente, atende por dia 3.400 crianças, jovens e adultos em situação de risco social e beneficia 13.600 mil pessoas indiretamente. A ONG desenvolve programas sociais de educação e cidadania no distrito Raposo Tavares, na periferia da Zona Oeste do município de São Paulo, e em outros três bairros da Capital (Saúde, Ipiranga e Pinheiros). O seu atendimento social é realizado por profissionais e voluntários e envolve 8 Centros de Educação Infantil, 5 Abrigos e 8 Programas Socioeducativos. Foi considerada uma das 10 ONGs mais eficientes de São Paulo (Veja São Paulo – dez 2008)

Programa insere jovens no mercado de trabalho e já possibilita o surgimento de micro empresas

Feira apresenta novos talentos aos empresários da região

Com um índice de empregabilidade de 62%, os cursos profissionalizantes da Liga Solidária são o primeiro passo para que moradores da periferia da zona oeste entrem no mercado de trabalho ou consigam abrir o seu próprio negócio.

O programa Qualificação Profissional, que atende 200 jovens entre 15 e 24 anos, oferece cursos de assistente administrativo, suporte técnico em informática, gastronomia, cabeleireiro e design gráfico. As aulas acontecem no período da manhã e da tarde.

A maior parte da carga horária é destinada à aula prática e seu conteúdo é desenvolvido de acordo com as exigências do mercado. “Os cursos que oferecemos são sempre atualizados para que possamos acompanhar as tendências e formar profissionais que tenham o perfil exigido”, afirma Neide Cavalcante, coordenadora do programa.

Um diferencial é a aula de formação humana. É muito comum que jovens, mesmo com um bom preparo técnico, não consigam se manter no mercado por não saber se relacionar no ambiente de trabalho. “Neste momento trabalhamos o desenvolvimento das habilidades humanas, mostrando que ele precisa se adaptar à cultura da empresa e entender o que ela precisa”, conclui Neide.

Novas inscrições:

Datas: 23,24 e 25 de novembro de 2010

Local: Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 5985

Horário: 08:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00

Documentos necessários (xerox)

Foto 3×4 recente

RG e CPF do candidato

RG e CPF do responsável (para menores de 18 anos)

Comprovante de residência com CEP

Comprovante escolar

Os inscritos farão uma entrevista e provas de matemática e português

A Liga Solidária é uma organização social sem fins lucrativos criada há 87 anos. Atualmente, atende por dia 3.400 crianças, jovens e adultos em situação de risco social e beneficia 13.600 mil pessoas indiretamente. A ONG desenvolve programas sociais de educação e cidadania no distrito Raposo Tavares, na periferia da Zona Oeste do município de São Paulo, e em outros três bairros da Capital (Saúde, Ipiranga e Pinheiros). O seu atendimento social é realizado por profissionais e voluntários e envolve 8 Centros de Educação Infantil, 5 Abrigos e 8 Programas Socioeducativos. Foi considerada uma das 10 ONGs mais eficientes de São Paulo (Veja São Paulo – dez 2008)

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL: CURSOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS

07/10/2010


Por Roberta Castro

Já falamos algumas vezes no blog sobre a carência de mão-de-obra qualificada no Brasil. São milhares de vagas, mas muitas delas não são preenchidas por falta de profissionais com o perfil desejado pelas empresas. Hoje vou falar sobre formas de capacitação profissional além dos cursos tradicionais de graduação.

Os cursos profissionais, principalmente os técnicos e os tecnológicos, são boas alternativas para quem necessita de uma inserção rápida e qualificada no mercado de trabalho, já que a formação nesses cursos pode durar até três anos, enquanto um bacharelado, por exemplo, pode chegar a cinco anos. Para se ter uma ideia do “apagão da mão-de-obra qualificada” pelo o qual o país está passando, para tentar suprir futuramente essa demanda, o governo federal inaugurou cem novas escolas técnicas em 2009, de acordo com o Ministério da Educação (MEC).

As oportunidades são boas e as vagas estão sobrando. Mas quais as diferenças entre os cursos técnicos e tecnológicos? Quem pode cursá-los?

Os cursos técnicos são programas de nível médio que buscam capacitar o aluno, oferecendo conhecimentos teóricos e práticos em diversas áreas do setor produtivo. Esses cursos proporcionam a entrada imediata do candidato no mercado de trabalho e ainda permitem uma requalificação profissional. Embora possam ser cursados junto com o ensino médio ou após a sua conclusão, os cursos técnicos estão abertos aos candidatos que já concluíram o ensino fundamental.

Já os cursos tecnológicos são cursos de graduação, que duram entre dois e três anos e desenvolvem competências profissionais mais específicas que um bacharelado, por estarem mais focados nas demandas do mercado de trabalho. Por serem superiores, os tecnológicos são abertos  àqueles que concluíram o ensino médio ou equivalente e que tenham sido classificados em um processo de seleção.

Os cursos de tecnologia são mais voltados para aquelas pessoas que já sabem exatamente o que querem no mercado de trabalho. Uma pessoa que se interessa por indústria alimentícia, por exemplo, não precisa concluir um bacharelado em Engenharia de Alimentos, que é uma graduação ampla. Ela pode optar por um curso superior em Tecnologia em Alimentos e, assim, obter uma formação mais rápida e específica.

Os cursos tecnológicos apresentam outra qualidade interessante: eles estão, na maioria das vezes, vinculados à economia regional. Há exemplos de instituições de ensino que desenvolvem cursos para atender a demanda por profissionais em suas cidades. É o caso das cidades paulistanas do ABC Paulista, que têm o foco na tecnologia automobilística, e de Franca, também do Estado de São Paulo, que é focada na produção de calçados.

Pesquisa realizada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pelo Instituto Votorantim mostrou que o setor automobilístico é o que mais possui profissionais com formação técnica ou tecnológica, com 45, 71%, seguido pelo setor de finanças (38,17%) e pelo de petróleo e gás (37,34%). O mesmo estudo comprovou que ainda há pouca inserção de candidatos aos cursos profissionais: apenas 19,72%.

Opções de cursos
De acordo com o MEC, há 112 graduações organizadas em 13 eixos tecnológicos e 185 opções de cursos técnicos, dividos em 12 eixos.

Conheça os catálogos do MEC de cursos técnicos e tecnológicos:
Catálogo de cursos técnicos
Catálogo de cursos tecnológicos

Fonte: http://www.euprofissional.com.br

COLMEIA ABRE 120 VAGAS GRATUITAS PARA O CURSO DE TURISMO

28/09/2010

Em conjunto com a Secretária de Participações e Parcerias e com o Instituto Hedging-Griffo jovens serão capacitados para atuar no mercado de trabalho formal.

A Colmeia – Instituição a Serviço da Juventude abre 120 vagas gratuitas para o curso de Turismo. O objetivo da Instituição é preparar jovens entre 16 e 24 que tenham concluído o ensino médio ou estar cursando o 2º e 3º ano em rede pública para que no futuro tenham qualificação profissional e possam trabalhar em hotéis, restaurantes e agências de turismo.

As aulas, que terão início em outubro com término previsto para março de 2011, serão ministradas na sede da Colmeia nos períodos da manhã das 8h00 às 12h00 ou à tarde das 13h30 às 17h30. O curso composto por três módulos – Básico, Específico e Gestão – irá oferecer aos participantes uma oportunidade única de aprendizado e vivência no mercado de trabalho.

Durante o módulo Básico os alunos terão Oficinas de Construção da Cidadania, de Desenvolvimento Pessoal e de Qualidade de Vida.  Já, no segundo módulo terão contato com atividades voltadas para Turismo, conceito e história, tipos de turismo, patrimônio sócio cultural, turismo sustentável e gestão de consumo.

Outras disciplinas do módulo Específico são Órgãos, Entidades Públicas e Privadas que regulam e incentivam o turismo, Serviços de Hotelaria, Serviço de Alimentos e Bebidas, Serviço de Viagem e Turismo, Segurança Alimentar e Oficinas de Inglês e Informática.

Para o módulo Gestão, os alunos terão aulas voltadas para seu Projeto de Vida e Carreira, Tipos de Empresas, Relação de Trabalho e orientações para elaborarem seu Currículo.

Para a Marisa Donatiello, Coordenadora Técnica Administrativa da Colmeia essa parceria é fundamental para que muitos jovens possam conquistar uma colocação significativa no mercado. “Temos que preparar esses adolescentes, daqui a alguns anos o Brasil sediará uma Olimpíada e a Copa do Mundo e precisaremos de mão de obra qualificada para receber milhares de atletas e seus familiares”, explica.

Os interessados no curso deverão comparecer na sede da Colmeia em horário comercial e levar cópia de todos os documentos do candidato, cópia do RG e CPF dos pais ou responsáveis, Declaração da escolaridade e caneta para o preenchimento do cadastro.

Todos os alunos que tiverem mais que 75% da freqüência irão receber certificado de conclusão e 40% dos alunos que ser destacarem serão encaminhados para o mercado de trabalho em São Paulo.

SERVIÇO:
Curso de Turismo

As inscrições serão realizadas durante todo mês de outubro
Rua: Marina Cintra, 97 (altura do 4.800 da Av. 9 de julho)
Fone/fax: 3881-1545 / 3881-1536
E-mail: colmeia@colmeia.org.br
Site: www.colmeia.org.br

“SUPERCURRÍCULO” NÃO É SINÔNIMO DE SUCESSO PROFISSIONAL

13/08/2010

Especializações e cursos de mestrado e doutorado sem vivência prática equivalente dificultam acesso ao mercado.

Por Rômulo Martins

“Supercurrículo” não é sinônimo de sucesso profissionalSe você pretende atuar no círculo acadêmico ou no universo dos institutos de pesquisa títulos e especializações serão essenciais para o alcance do seu objetivo. Agora, se o seu intuito for trabalhar em empresas de outro ramo, mais voltadas ao negócio e ao lucro que ao estudo e ao ensino, a recomendação é olhar para o mercado de trabalho e tentar ingressar nele antes mesmo da graduação.

Isso não significa que você deve estacionar os estudos após a conclusão do curso universitário. Se quiser sobreviver no meio empresarial e galgar posições deverá se aperfeiçoar sempre. Mas não deixe de atuar. A falta de equilíbrio entre formação e vivência profissional pode dificultar o acesso ao mercado.

“O candidato que tem um grande número de especializações e pouca experiência, na maioria dos casos, vai muito além da expectativa das empresas”, diz Vanessa Miranda, consultora de carreira da Veris Faculdades, do Grupo Ibmec Educacional. Por esse motivo, observa a consultora, pessoas com esse perfil podem deixar de ser contratadas pelas organizações. Leia mais…


%d blogueiros gostam disto: